24. jun, 2014

MALAQUIAS – GRANDE PROFETA

Eu sou CRISTÃO desde os meus 19 anos – tive minhas decepções quando jovem – tive meu DESERTO fora das COMUNIDADES EVANGÉLICAS, mas tive que me dobrar ao EVANGELHO – PODER DE DEUS para salvação de todo aquele que crer.

 

Cursei meu SEMINÁRIO, resolvi vasculhar tudo que estava ao meu alcance, isto é, examinei de tudo e o EVANGELHO me ensinou a RETER o bem. Hoje, embora trabalhando para meu sustento, me dedico muito a ensinar sobre a "ESCOLA do MESTRE". Se você tem algum interesse em saber mais sobre nossos estudos é só buscar aqui no blog tudo sobre as BOAS NOVAS. Você encontrará um belo material com um vasto conhecimento das coisas de DEUS.

 

Eu nunca abri meu coração sobre meu tempo de DESERTO, até porque este tempo pertence a mim, e DEUS é conhecedor de minhas dores, confianças, desconfianças e etc...deste tempo, mas posso dizer que foi um tempo de ESCOLHAS e estas ESCOLHAS tiveram que quebrar muitas CRENÇAS MÍSTICAS e graças a estas ESCOLHAS e estas quebras eu pude montar OS VERDADEIROS VALORES para que "EU" pudesse me contextualizar com o que Paulo nos ensina em Romanos 12:1: "... apresenteis o vosso CORPO em SACRIFÍCIO vivo, santo e agradável a DEUS, que é vosso CULTO RACIONAL".

 

Eu vivia, embora no DESERTO, buscando uma forma ou fórmula para acertar e o acertar só seria possível fora do MISTICISMO, precisava quebrar esta CRENÇA RELIGIOSA perniciosa e coletiva, "EU" precisava de um encontro PARTICULAR com meu DEUS. Eu sabia que o culto que prestava coletivo ou individualmente não era um SACRIFÍCIO VIVO, SANTO e muito menos AGRADÁVEL a DEUS, portanto nada RACIONAL. "EU" precisava NASCER DE NOVO.

 

Eu precisava rever os CONCEITOS enxertados em mim através de séculos por minha família, afinal são estas quatro gerações que são visitadas por Deus (Êx. 20:5b) e estas gerações familiares tiveram, através das religiões, influências até hoje dos que chamamos REFORMADORES.

 

Tenho hoje o EVANGELHO como regra de minha FÉ. É minha ESPADA de DOIS GUMES que penetra em meu ESCONDIDO, vai até ao meu OCULTO e atinge meu exterior, as JUNTAS e MEDULAS, trazendo o resultado da organização feita em minha ALMA e meu ESPÍRITO (Hb. 4:12), afinal estavam misturadas e confusas exatamente por todas as imundícies que foram colocadas em minha MENTE e o resultado desta OPERAÇÃO, como diz Ezequiel, é que meu CORPO FÍSICO recebe as benesses de minha ALMA que é mantida informada e saudável pelo FRUTO DO ESPÍRITO.

 

MALAQUIAS? O que tem a ver? Primeiramente, quero informar que nossa FÉ tem como base OS PROFETAS e APÓSTOLOS, portanto MALAQUIAS está nesta base fantástica de minha FÉ CRISTÃ. Como MALAQUIAS só é apresentado aos "crentes" como o LIVRO dos DÍZIMOS, eu quero trazer dele algo mais.

 

Logo no início lemos: "Peso da PALAVRA do SENHOR contra Israel, pelo ministério de MALAQUIAS" (1:1). Logo, no v. 2 um lamento do SENHOR: "Eu vos amei, diz o SENHOR; Mas vós dizeis: ‘Em que nos amastes? Não foi Esaú irmão de Jacó? – disse o SENHOR; todavia amei a JACÓ’". Quem conhece a história de Esaú e Jacó vão saber que são gêmeos, filhos de Isaque com Rebeca e que o primogênito teria que ser Esaú, nasceu primeiro, mas a mentira de Rebeca e Jacó levaram a Isaque a abençoar ao que o enganou – Jacó que quer dizer – ENGANADOR. Esta história está em Gênesis desde o capítulo 27 em diante. Deus está dizendo neste texto: amei exatamente o que vocês levantaram para que eu amasse. Aceitei as falcatruas e, no entanto, perguntas "em que nos amastes?". O povo judeu estava sendo questionado por Deus através do PROFETA Malaquias. Leiam o capítulo primeiro todo e você entenderá as razões de Deus e os erros deste povo.

 

De uma olhadinha no capítulo dois quando Deus, através de Malaquias fala aos SACERDOTES LEVITAS: "E, agora, ó SACERDOTES, este mandamento vos toca a vós. Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o Senhor dos Exércitos, enviarei a MALDIÇÃO contra vós e AMALDIÇOAREI as vossas BÊNÇÃOS; e já as tenho AMALDIÇOADO, porque vós não pondes isso no coração. Eis que vos corromperei a semente e ESPELHAREI ESTERCO sobre o vosso rosto, o ESTERCO de vossas festas; e com eles sereis tirados. Então, sabereis que eu vos enviei este mandamento, para que o meu concerto seja com LEVI, diz o Senhor dos Exércitos" (v.1-4).

 

Perceberam? Quando fala de ESTERCOS de vossas festas você deve logo entender o que seja ESTERCOS DE FESTAS e não de vacas né?! Dá para entender quando fala de concerto com Levi? Você sabe da história que envolve este moço, irmão de Simeão e filho de Lia com Jacó? Aconselho a buscar conhecer também em Gênesis.

 

No capítulo 2, versículo 05, Deus através do Profeta Malaquias fala que o concerto de Deus com ele foi de vida e paz para que Deus fosse temido, no entanto, no v. 7 e 8 Deus fala que os lábios dos SACERDOTES teria que ser lábios que guardasse a ciência de Deus, mas eles desviaram do caminho e a muitos fizeram tropeçar na LEI: corrompeu o concerto de Levi. Levi tentou se concertar depois que o pai Jacó o amaldiçoou - em Gênesis 49:5-8, diz o Senhor dos Exércitos, concertos que mesmo sob o nepotismo (Moisés era irmão de Arão – sacerdote levita) Deus havia levado em conta através do perdão, mas mesmo assim desviaram da própria lei que legislaram em causa própria.

 

No v.9 Deus fala destes SACERDOTES desprezíveis e indignos diante de todo o povo por não ter guardado os caminhos do Senhor por terem feito acepção de pessoas na LEI.

 

No capítulo 3 logo fala do ANJO do CONCERTO que com sabão purificarão os filhos de Levi e os afinaria como ouro e como prata para que então, ao Senhor tragam ofertas em justiça (vs. 1-3).

 

A seguir vêm os textos que usam os pastores sobre DÍZIMOS. Seria necessário entender os versículos anteriores que fala de OFERTAS EM JUSTIÇA. Isto quer dizer que a divisão de renda era uma das vertentes destas OFERTAS em JUSTIÇA. Usar justiça com os órfãos, estrangeiros, viúvas e etc. Notem que hoje, o abrir das janelas do céu está muito no individual e em Malaquias fala da COMUNIDADE, do COLETIVO enquanto hoje fala que seu pagar DÍZIMOS beneficiará quem pagou, o INDIVÍDUO, e nunca a COLETIVIDADE EVANGÉLICA.

 

Refere-se Deus, através de Malaquias, sobre Israel e não Jacó, mas o que quer isto dizer, já que trata-se da mesma pessoa? Todas as vezes que a Bíblia se refere a Jacó refere-se ao povo judeu político e quando se fala em Israel refere-se ao povo religioso: "Lembrai-vos de LEI de MOISÉS meu servo, a qual lhe mandou em Horebe (Sinai) para todo o ISRAEL, a qual são os estatutos e juízos" (4:4). Aliás, quero recordar a todos que no DESERTO morreram todos os judeus que saíram do Egito, somente Josué e Calebe entraram na Terra Prometida, também as pessoas que nasceram no DESERTO no tempo de peregrinação de 40 anos.

 

Você quer ajudar? É necessária a ajuda? Claro que deve e é necessária, afinal precisamos entender que a palavra COMUNIDADE significa UNIÃO e esta tem como propósito ajudar os outros a estarem em condição paralela aos demais, não existe este ou aquele melhor. Precisamos dar a isca e ensinar nossos irmãos com CONCERTOS quebrados a acertarem em suas vidas. Precisamos mostrar os ESTATUTOS e JUÍZOS falados no EVANGELHO, afinal nosso povo está sem NOÇÃO das coisas de DEUS e muito menos das FERRAMENTAS do REINO do PAI.

 

A COMUNIDADE CRISTÃ precisa entender de MISSÃO, pois quando mostramos ao mundo a UNIÃO existente entre nós CRISTÃOS, tudo em COMUM, a SOCIEDADE se quebrantará ao PODER DO EVANGELHO EM NOSSAS VIDAS.

 

Israel Sarlo