9. ago, 2019

O QUE EXTRAEM DE VOCÊ x O QUE VOCÊ EXTRAI DO OUTRO.

A mulher que tinha fluxo menstrual contínuo tocou em Jesus, usando seu crer. E foi esse crer que tirou a virtude da cura existente em Jesus. Então, o que tiramos uns dos outros ao toca-los? Tiramos exatamente do tesouro de cada um o que cremos das pessoas. Dois ou três reunidos em Deus tiramos do semelhante o seu melhor de seu tesouro administrado por seus administradores, portanto se mudamos o entendimento mudamos nossas escolhas e as escolhas nos trazem o melhor dos outros e os outros o nosso melhor.

Isso me faz lembrar de HIDROFOBIA: MEDO DA ÁGUA, ou DOENÇA DA RAIVA. Morcego, cão ou qualquer outro ser vivo com HIDROFOBIA, RAIVA, quando morde alguém sadio o contamina, neste caso podendo levar até a morte.

Pergunto: o que acontece quando tocamos alguém? A mulher com fluxo de sangue que perdurava por 12 anos, tocou Jesus e dEle saiu virtude; e nós, o que tiramos das pessoas que tocamos? Raiva, medo, tristeza, insegurança, antipatia, desconfiança...? Ou sermos tocados por alguém ou se tocamos em alguém, em vez da RAIVA (HIDROFOBIA) a gente transmite confiança, alegria, simpatia, compreensão, segurança... Pois são provas do amor.

Lembrem-se do nosso estudo sobre AMOR X CARIDADE = ÁGAPE. Note capítulo 13 de 1ª Corintios e grande parte de 1ª Coríntios 12 para descobrir que tipo de membro você é no CORPO DE CRISTO.

Por que temos em nós raízes de “senhores”, “donos de feudos” e achamos que tudo é de nossa propriedade... portanto, vasculhe e observa bem suas crenças, a sua história, sua herança psíquica familiar.  Indague quem são “seus deuses”, ou seja, o que é que dirige sua vida e o que resulta tudo isso?

Portanto, há também em nós a porta de acesso à Videira Verdadeira (João 15). Ou seja, pelo Evangelho de Cristo, ao romper raízes ruins, somos enxertados nEle, Cristo, na sua essência. Ele nos convida a aprender dEle (Mateus 11: 28-30) e assim extrairmos o melhor.

 

Paz e alegria para todos.

 

Por Israel Sarlo