7. nov, 2014

A TIPOLOGIA DA IGREJA DE JESUS CRISTO - 7ª LIÇÃO

A IGREJA – CORPO DE CRISTO

"Cresçamos em tudo naquele que é a cabeça, Cristo, do qual o corpo inteiro bem ajustado, e ligado pelo auxílio de todas as juntas, segundo a justa operação de cada parte, efetua o seu crescimento para edificação de si mesmo em amor". (Efésios 6:15b, 16).

 

Eu, particularmente, tenho uma admiração e grande respeito por este texto. Ele é a expressão exata da Igreja, o Corpo do Senhor. O sincronismo que existe em cada palavra e sentença neste texto não deixa dúvida quanto à figura da Cabeça, Cristo e da função dos membros deste Corpo que é traduzido como o Corpo do Senhor.


1. O texto inicia com um convite: "Cresçamos...".
2. Diz como: "... em tudo...".
3. Tendo como base – Deus: "naquele que é a cabeça – Cristo...".
4. Fala da operação para o bom ajuste: "... do qual o corpo inteiro bem ajustado...".
5. Para o enxerto: "... e ligado pelo auxílio de todas as juntas...".
6. Daí o acontecimento maior – o transplante: "... segundo a justa operação de cada parte...".
7. O êxito da operação – a vitória: "... efetua o seu crescimento..." e
8. Finalmente a "edificação de si mesmo em amor".

 

I – O CORPO DE CRISTO É UNIDO, MANTENDO A SUA INDEPENDÊNCIA.


Esta comparação é magnífica, pois mostra a função de cada membro, comandados pela Cabeça – Cristo que sempre respeitou a independência de cada membro por estes terem suas funções diferenciadas e de importância para o movimento de todo o complexo.

 

Cada irmão é comparado a um membro deste corpo, chamado Igreja. Daí, não haver diferença entre homem e mulher, todos são membros e não 'membras'. Todos têm o mesmo sentido, pois o corpo de Cristo não é formado de corpos físicos, mas de corpos almáticos e estes corpos não têm sexo.

 

Ocupamos todos os setores do corpo de Cristo, menos a Cabeça, daí não existir, entre os irmãos, o que determina a nossa maneira de viver e proceder, tais funções são determinadas somente por Jesus – A Cabeça da Igreja, por isto é necessário estarmos ajustados e ligados a esta Cabeça para funcionarmos para edificação entre nós em amor.

 

É claro que em Hebreus 13: 17 os pastores devem ocupar a função de "cabeças" da igreja física, cuidando da palavra, como aconteceu na igreja em Jerusalém quando foi instituído o diaconato (At 6: 2, 4). Para aqueles que virão ao rebanho para serem administrados, a presença de líderes espirituais será de grande valia, pois eles são os que introduzirão os membros para serem preparados para a regeneração e santificação, pois, uma vez ligados ao corpo, não será mais necessário que ninguém os ensinem (1a João 2:27), porém até lá, a presença do pastor e de sua equipe, não é somente necessária, mas responsável pela ligação e "... pelo auxílio de todas as juntas segundo a justas operação de cada parte para o efetuar o crescimento do corpo para edificação de si mesmo em amor".

 

II – A NOIVA NÃO É PROMISCUA, POIS PRESERVA O AMOR FIEL A SEU PRIMEIRO AMOR.


Quando percebemos a infidelidade entre as pessoas na igreja, é evidente que este sentimento e os demais que são obras da carne, tão bem esclarecidas por Paulo em Gálatas 5, são heranças que trazemos em nosso histórico judaico, são coisas da mulher saída do Egito que adulterou e se prostituiu muitas vezes e que até hoje paga por todos estes crimes.

 

Quando sentimos que a impureza ronda a estas pessoas a missão do pastor é opera-las com a Espada do Espírito que é o único bisturi que penetra até a divisão da alma desembaraçando o espírito humano que está atrelado, algemado e sugado pela alma destituída da glória de Deus (Hb 4;12 cf. Ef 6:17).

 

Sabiamente em Efésios 5: 22-24 diz que a palavra nos orienta sobre as posições que os cônjuges devem ocupar no casamento, sendo o marido o cabeça do lar e a esposa a adutora, exemplifica isso como o cabeça mas é importante também notarmos que não somente a posição de cabeça do lar, muito mais do que a posição a responsabilidade pois, as igrejas falam muito da posição do homem e nada fala da responsabilidade, vejamos? A mulher deve honrar e respeitar o seu marido, isto é a posição e responsabilidade da mulher e o homem a responsabilidade de amar a sua mulher e dar a sua vida por ela, assim como Cristo fez para com a igreja (Ef: 5:25 cf. Cl 3:18; 1a Pd 3:1) isto tem sido uma regra no meio dos evangélicos? Se não vivemos assim estamos vivenciando a posição da mulher de Yahwer e não a esperança da noiva.

 

Veja também sobre A TIPOLOGIA DA IGREJA DE JESUS CRISTO:

 

- LIÇÃO 1

- LIÇÃO 2

- LIÇÃO 3

- LIÇÃO 4

- LIÇÃO 5

- LIÇÃO 6

 

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida