17. jun, 2014

PARTE 51 – NOVACIANO

A BÍBLIA E SUAS ESCOLAS RELIGIOSAS E FILOSÓFICAS.

 

O grau de penetração desse tipo de cristologia no cristianismo ocidental é demonstrado pelo tratado sobre a Trindade, de autoria do presbítero romano Novaciano (entre 240 3 250). Esse eminente teólogo foi o primeiro da congregação romana a escrever em latim, ao invés de grego. Faremos referência mais adiante à sua polêmica com o partido dominante da Igreja.

 

Novaciano limitou-se quase exclusivamente a reproduzir e expandir as idéias de Tertuliano. O que é importante é o fato de ele considerar essa exposição como a única interpretação legítima e normal da "regra da verdade", o Credo dos Apóstolos. Nenhum pronunciamento havia nesse símbolo com respeito à cristologia do Logos.

 

Para Novaciano, é nessa cristologia que reside o único sentido possível do símbolo. Entre o Pai e o Filho existe uma "comunhão de substância". O equivalente latino do famoso termo posteriormente consagrado em Nicéia, "homoousion" já era conhecido em Roma, portanto, antes de 250. Novaciano chegava até a sugerir a idéia de uma Trindade-PE social. Comentando o texto de João 10:30 ("Eu e o Pai somos um"), afirma que Cristo disse "uma só coisa" (unum). Entendem os hereges que ele não disse "uma só pessoa", pois a palavra "um", no neutro, subentende o "acordo social, e não a unidade pessoal".

 

O que há de mais precioso em Novaciano é o fato de ressaltar aquilo que constituía o centro da convicção da Igreja em toda essa complicada discussão cristológica, a saber, que o Cristo era plenamente Deus e, ao mesmo tempo, plenamente homem. Finalmente, por volta de 262, o bispo romano Dionísio (259-268), escrevendo contra os sabelianos, explicitou a cristologia do Logos em termos que se aproximavam mais da futura decisão de Nicéia (325), do que os empregados por qualquer outro teólogo do século III. Assim, sessenta anos antes do grande concílio, o Ocidente tinha chegado a conclusões facilmente equacionáveis com as de Nicéia. Não era, porém, o caso do Oriente, que não conseguiu alcançar tal grau de uniformidade.

 

Israel Sarlo