2. mai, 2014

"A ESCOLA DO MESTRE" - Aula 13

 O PODER!!!

1ª AULA de Maio: O AUTOR e sua CRIAÇÃO - O EVANGELHO

(Texto base: João 1. 1-14)

 



Vamos estudar com o MESTRE e buscar entender seu ensino, antes seria bom compreendermos que estaremos em uma estrada de mão-dupla: Ele nos ensinará para que todos nos tornemos seus discípulos para também ensinarmos. Quando em João lemos que o "VERBO se fez carne e habitou entre nós..." estaremos aprendendo que nesta estrada de mão-dupla a CARNE terá que se fazer VERBO. Voltarmos as nossas origens, como Paulo falou estávamos nEle antes da fundação do mundo.

 

 

Vamos ter que aprender, segundo o EVANGELHO da incircuncisão, dado por Jesus à Paulo, em Efésios 1:4 que já existíamos nEle antes da FUNDAÇÃO do MUNDO, com já disse, portanto já estávamos acostumados espiritualmente ou temos uma natureza de quem, inconscientemente, viveu e se deliciou no ÉDEN de DEUS - ÉDEN anterior ao de ADÃO e de LÚCIFER. Por isto que Paulo fala em Romanos 12:1- 2 para não nos conformarmos com este presente século, mas que exista uma transformação de entendimento através da MENTE de nosso MESTRE, segundo Paulo nos ensina em 1ª Coríntios 2:16 para nos despertarmos dentre os que dormes e até entre os que estão mortos e desta maneira Cristo nos dará o esclarecimento.

 

 

 

Se estamos pensando que o EVANGELHO - PODER de DEUS - nos foi dado somente para cura de doenças físicas, originárias de nossas mentes doentes, ou que este EVANGELHO existe para adquirirmos bens materiais e etc., estamos enganados e enganando os outros.

 

 


Seria também muito interessante que saibamos que a morte de nosso MESTRE na terra nos veio tirar o PECADO Adâmico, mas entenda que, antes desta morte, este mesmo CORDEIRO também foi sacrificado antes da fundação do mundo (Ap.13:8 cf. se você esta interessado em saber sobre o 1º céu leia Apocalipse 5, lá você entenderá quem é o Mestre) isto é, Ele sofreu pelos danos causados por Lúcifer.

 

 

Hoje vamos falar um pouco sobre nosso DEUS - NOSSA ORIGEM tão obscura. Antes quero informar que tenho uma versão bíblica editada pela CPAD chamada de BÍBLIA em ORDEM CRONOLÓGICA, nova versão internacional que inicia assim:


"O homem, como ser finito, não pode compreender os caminhos de Deus infinito. Há questões que a Bíblia silencia, cujas respostas só poderemos obter na eternidade. Muitos estudiosos acreditam que 'SATANÁS', após ser expulso do céu, tornou a terra vazia e caótica, destruindo desse modo a CRIAÇÃO PRÉ-ADÂMICA. Então Deus, há cerca de seus mil anos, restaurou o planeta, preparando-o para o homem que conhecemos. Outros acreditam que 'SATANÁS' não pisou a terra antes de Gênesis 3, quando o pecado entrou no mundo. Reese e Klassen acreditam na teoria da dupla criação (também conhecida como teoria do intervalo)".


É claro que não vou tecer comentários sobre esta nota da CPAD, mas posso dizer que concordo 80% com ela, me dou o direito de silenciar sobre os 20% restantes, mas posso adiantar que a palavra 'SATANÁS' (oposição) precisa ser explicada e que antes da queda adâmica o mal já estava no ÉDEN e por último, Deus seria um brincalhão quando escreve questões na Bíblia por escrever e nos respondendo somente na ETERNIDADE - isto é, uma brincadeira de mau gosto de nossos teólogos.

 

 


A CRIAÇÃO:


Esta Bíblia em ORDEM CRONOLÓGICA começa com o LIVRO BIOGRÁFICO de JOÃO 1. 1-2 falando da PREEXISTÊNCIA de CRISTO: "No princípio era aquele que é a PALAVRA (ou VERBO - grego: Logos). Ele estava com Deus, e era Deus. Ele estava com Deus no princípio" (Jo. 1:1- 2).


Logo a seguir esta versão nos leva para o Salmo 90:2 que diz: "Antes de nascerem os montes e de criares a terra e o mundo, de eternidade a eternidade tu és Deus" e este Salmo é uma oração de Moisés e já que falamos em Moisés não seria ruim lembrar a todos vocês que nossa fé tem como base os PROFETAS e APÓSTOLOS e tenho sempre dito que é necessário, ao ler a Bíblia, saber diferenciar as histórias, os usos e costumes. Buscar entender, quando escondidos nas políticas dos povos com suas histórias e seus usos e costumes a existência de palavras que são PROFECIAS, ou Deus usando as pessoas, como no caso da jumenta de Balaão e Moisés em Êxodo 15:1-19 é tomado por um CÂNTICO PROFÉTICO que merece uma rápida atenção.

 

 

Para ajudar mais, quando lemos este texto, seria bom prestarmos nossa atenção, pois Moisés não fala da passagem do MAR VERMELHO, ele usa uma figura, pois na verdade ele está se referindo a queda de Lúcifer, pois a palavra SALVAÇÃO tem como sinônimo - JESUS. Note, foi um CÂNTICO REVELADOR e PROFÉTICO dado a MOISÉS.

 

 

Acompanhem as proximas aulas!

 

por Israel Sarlo