5. fev, 2015

ANDAR NA LUZ

Desde o primeiro dia, estávamos lá, participando de tudo - ouvimos com nossos ouvidos, vimos com os próprios olhos, tocamos com as mãos. A PALAVRA da VIDA se manifestou bem diante de nós. Somos testemunhas oculares! Agora, sem floreio, contamos tudo a vocês. O que testemunhamos foi simplesmente incrível: a infinita VIDA do próprio Deus tomou forma diante de nós.

 

Nós o vimos e ouvimos e agora estamos contando a vocês, para que, como nós, tenham a experiência da comunhão com o Pai e o Filho, Jesus Cristo. A razão de eu estar escrevendo é apenas esta: queremos que vocês desfrutem isso também. A alegria de vocês duplicará a nossa!

 

Esta é em essência, a mensagem que ouvimos de Cristo e passamos a vocês: Deus é luz, pura luz; nEle não há nem um traço de escuridão.

 

Se afirmamos que andamos com Ele e continuamos a tropeçar por falta de luz, obviamente estamos mentindo - não vivemos o que afirmamos. Mas, se andarmos na luz, como o próprio Deus é luz, vamos experimentar também uma vida de comunhão uns com os outros, enquanto o sangue derramado de Jesus, o Filho de Deus, nos purifica de todo nosso pecado.

 

[“FALTA DE LUZ SIGNIFICA A FALTA DE SOLUÇÃO DOS PROBLEMAS. A FALTA DE LUZ SIGNIFICA ANDAR FAZENDO AS COISAS SEM CIÊNCIA. A FALTA DE CIÊNCIA NOS FAZ PECAR, POIS PECAR É ERRAR TODO EMPREENDIMENTO SEM LUZ, ÀS CEGAS”].

 

Se afirmarmos que estamos livres do pecado, estaremos apenas enganando a nós mesmos (sem erros não há descobertas, o que não podemos fazer é continuar errando ou parar com os empreendimentos na vida). Uma declaração dessas é um erro absurdo. Mas, se admitirmos nossos pecados e os confessarmos ele não vai deixar de nos atender: “aprendei de mim” - disse o MESTRE - ele é fiel a si mesmo.

 

Ele perdoará nossos pecados e nos purificará de todo erro [sua fidelidade em perdoar, que quer dizer, vou lhe intuir lhe ensinado o certo. Como? Sou luz e vou tirar suas trevas e você verá o erro e não o repetirá, fazendo o certo. Purificar é tirar o que impede que a luz ascenda]. Se afirmamos que nunca pecamos, contradizemos Deus - fazemos dEle um mentiroso. Uma declaração dessas simplesmente revela nossa ignorância a respeito de Deus.

 

(Palavras de João em 1ª João 1. Versão A Mensagem).

 

 

Nota: Alguns parênteses foram abertos no texto para explicar melhor a sua mente para que tenhas ciência da VERDADE. No final do texto João diz que se afirmamos que não pecarmos, ou erramos, para que então precisaríamos de Jesus como Advogado? Outra coisa, o errar foi escolha nossa, assim como será o acertar. Só acharemos nossos acertos em cima de nossos erros. É uma questão de análise, de examinar a BÍBLIA o grande QUEBRA-CABEÇA de DEUS nos dado para que em Jesus, nosso CAMINHO, tenhamos entrada ou volta ao PAI.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida