22. out, 2014

"A ESCOLA DO MESTRE" - Aula 56

"Acautelai-vos, porém, dos homens, porque eles vos entregarão aos sinédrios e vos açoitarão nas suas sinagogas; e sereis até conduzidos à presença dos governadores e dos reis, por causa de mim, para lhes servir de testemunho, a eles e aos gentios."
(Mateus 10: 17, 18)

 

Antes de quaisquer comentários precisamos entender o que são as palavras SINÉDRIO e SINAGOGA, depois entender quem seriam estes senhores GOVERNADORES.

 

SINÉDRIO - Tribunal dos antigos judeus, em Jerusalém, composto de sacerdotes, anciãos e escribas, o qual julgava os assuntos criminais e administrativos. (sinedrim.) Grande sinédrio, tribunal, conselho supremo com sede em Jerusalém. Segundo alguns estudiosos, havia dois sinédrios. Os 23 membros do sinédrio político e civil provinham na maioria dos saduceus. Os 70 membros do sinédrio religioso, que era presidido pelo sumo sacerdote, provinham basicamente dos fariseus. Jesus foi julgado pelo sinédrio religioso. Pedro, João, Paulo e Estêvão foram levados também ao sinédrio, acusados de erro religioso. Depois da queda de Jerusalém em 70, o conselho entrou em decadência e desapareceu.

 

SINAGOGA - Templo onde os judeus se reúnem para o exercício de seu culto.
Assembléia de fiéis na religião judaica.

 

O MESTRE adverte neste texto, em Mateus, para que tivéssemos cautela dos homens caçadores de "pecadores", afinal seriam recompensados tanto pelo SINÉDRIO como pelas SINAGOGAS. Eram homens que se misturavam com o povo para descobrir quem seria capaz de se levantar contra o JUDAÍSMO – MOISÉS. Sem dúvida tinham seu ganho, assim como Judas fez com o MESTRE, entregando-o por "trinta moedas de prata".

 

Embora Israel estivesse sob a jurisdição romana, César era o rei supremo na terra. Segundo Daniel, em sua visão da estátua sobre os IMPÉRIOS, ROMA estava com a bola da vez. Embora isto fosse verdade, os romanos politicamente permitiam que os TRIBUNAIS DOS ANTIGOS JUDEUS, em JERUSALÉM, julgassem os assuntos criminais e administrativos, dando a entender que respeitava sua justiça, e, por isto Pilatos não vendo culpa no MESTRE buscou um atalho, apresentando JESUS e BARABAS para que o povo escolhesse a quem matar.

 

Tanto o SINÉDRIO POLÍTICO como o CIVIL tinha o dedo dos SADUCEUS que acreditavam em Deus, mas não acreditavam nos anjos e nem tão pouco na ressurreição e o MESTRE foi exatamente julgado por este SINÉDRIO RELIGIOSO composto em sua maioria pelos SADUCEUS e não pelos FARISEUS, que ao contrário, dos SADUCEUS, acreditavam em Deus, nos anjos e na ressurreição.

 

O SINÉDRIO, Tribunal dos Judeus, fazia seus julgamentos segundo seus SACERDOTES, ANCIÃOS e ESCRIBAS. Estes homens julgavam segundo seus interesses religiosos e políticos e, quem quer que fosse, se não estivesse sob a orientação política e religiosa deles, era levado, julgado e acoitado, em muitos outros casos, levado a morte.

 

O MESTRE sofreu a sansão deste TRIBUNAL, deste SINÉDRIO e depois de julgado, foi levado ao GOVERNADOR PILATOS para ser condenado. Esta história já conhecemos bem. O mesmo aconteceu à Paulo que, sendo cidadão romano, apela para César e por isto foi levado para Roma, mas antes teve vários julgamentos. Esta história também conhecemos e muito bem.

 

Já na SINAGOGA – Templo onde diziam exercerem CULTO A DEUS, sem dúvida nada racional, também se davam as ASSEMBLEIAS DOS FIÉIS A RELIGIÃO JUDAICA. Lá se discutia a TORÁ e ai de quem não estivesse em harmonia com o JUDAÍSMO. Lá também, segundo o MESTRE, eram açoitadas as pessoas e as transformavam em TESTEMUNHAS contra o MESTRE. Era de lá toda a força que mantinha o SINÉDRIO, ou O TRIBUNAL DOS JUDEUS com poderes que até ao IMPÉRIO ROMANO causava respeito.

 

Percebam bem, o texto de Mateus 10:17, fala de TESTEMUNHO para que até os gentios fossem enganados, pois estes, os gentios, se convertidos ao judaísmo, não passavam de PROSÉLITO. Pois bem, nem a estes poupavam de suas ignomínias o TRIBUNAL DOS JUDEUS, pois quando convertidos ao cristianismo passavam a pertencer ao CORPO DA IGREJA (não a templo ou religião), tendo como cabeça O MESTE JESUS.

 

HOJE, não houve muitas mudanças, isto é, nada mudou, apenas a embalagem. Não precisamos nos preocupar mais com o SINÉDRIO ou SINAGOGA – não mais existe o TRIBUNAL dos JUDEUS como instituição, mas a alma religiosa, julgadora, malvada e assassina ainda se mantém de pé com OS TRIBUNAIS RELIGIOSOS EVANGÉLICOS, que expulsam as pessoas de seus templos, negando "SUA DESTRA EM COMUNHÃO". Ainda apedrejam as mães solteiras e tantos outros que erram e estão sujeitos ao erro, criam barreiras naquilo que são preconceituosos e, sem dúvida, tem em seus membros homens e mulheres que caçam "pecadores" levando-os as suas ASSEMBLEIAS para açoitá-los com suas línguas compridas e carregadas de peçonhas. Pois bem, é desta casta que o MESTRE nos alerta dizendo: "Acautelai-vos, porem, dos homens, porque eles vos entregarão aos seus SINÉDRIOS e vos açoitarão nas suas SINAGOGAS".

 

No nosso proximo encontro daremos continuidade, trazendo outra ADMOESTAÇÃO do Mestre que nos ensinará a ter paciência e a não preocupação na fala em sua defesa. Aguardem!

 

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida