16. ago, 2014

ESCATOLOGIA: AULA 5 - O Governo do Anti-Cristo.

As Setenta Semanas de Daniel (Dn. 9:24-27)
Mt. 24:1-31 – Exposição Cronológica. O pequeno Apocalipse.

 

Daniel ------- Mateus -------- Apocalipse.

 


As declarações de Jesus (Mt. 23:28-29; 24:2) suscitaram duas perguntas.
A exposição Cronológica.
Os acontecimentos que a IGREJA VERÁ desde as perguntas até a consumação.
A resposta do "SINAL" (singular, v.30) feita no v.3.
("... que SINAL haverá...") -------- ("Então aparecerá no céu o SINAL...").

 

Marcos importantes e seus paralelos bíblicos, usando Mateus 24 como pano de fundo. Observe a harmonia rítmica dos textos citados:

1- Pregação do Evangelho do Reino.
2- Apostasia.
3- Anti-Cristo e Falso Profeta.
4- Retorno de Jesus.
5- Ressurreição e Arrebatamento dos Crentes.
6- Destruição do Anti-Cristo e o Falso Profeta.
7- Juízo e Justiça Sobre as Nações.
8- Novo Céu e Nova Terra.

 

MATEUS 24:14-15 _ Pregação do Evangelho do Reino e Aparecimento do Anti-Cristo.
"... então virá o fim quando VIRDES (vocês, meus discípulos), pois o abominável da desolação ( __ ANTI-CRISTO)..." Dn 9:26,27; IIª Ts.2:1-4; Ap.13:2,4-10.

 

MATEUS 24:24, 25 _ Falso Profeta: ___ Ap.13:11-18.

 

MATEUS 24:30-31_ Retorno de Jesus, e a Ressurreição dos Crentes Mortos, transformação dos vivos que restarem da perseguição do ANTICRISTO e arrebatamento da IGREJA.

V.30 _ "SINAL";
Todos verão;
Nuvens;
Poder;
Glória.

 

IIª Ts. 1:9-10
"Glória; poder; vier; ser glorificado através dos seus santos; naquele dia; ser admirado por todos os crentes."

V.31- "Anjos; trombetas; reunião. Escolhidos";
V.22- "Escolhidos"
Rm. 8:33; Cl. 3:13 – "Escolhidos"
Jo. 6:39, 40, 44,54 – "... o ressuscitarei no último dia"
1ª Co. 15:22, 23 – "Existe uma "ordem" no processo da ressurreição.
1ª Co. 15:51-53 – "Mistério; última trombeta; ressurreição; transformação".
Ap. 11:15-18 – "de modo nenhum precederemos os que dormem", isto é: Paulo está afirmando que não existe nenhuma possibilidade de haver arrebatamento antes da ressurreição dos crentes que morreram, conforme a doutrina de Jesus que afirma que esta ressurreição somente se dará na sua vinda, "no último dia" – Jo. 6:39, 40,44,54.

2ª Ts. 2:1 – Nossa reunião com Jesus na sua vinda.
Cl. 3:4 e 1ª Jo. 3:2 – Ressurreição dos crentes na manifestação (vinda) de Jesus.
Ap. 11:11-12 – Ressuscitaram; palavra de ordem: "subi para aqui", "nuvens".
Ap.2o: 4-6 – Almas dos crentes; reviveram (ressuscitaram); reinaram com Cristo; primeira ressurreição.
2ª Ts. 2:8 _ Destruição do ANTICRISTO na vinda do Senhor.
Dn. 7:10-11 _ idem.
Ap.19:19-20 _ Descrição da eliminação da besta (ANTICRISTO) e do Falso Profeta. Os dois foram lançados vivos no lago de fogo – inauguração do inferno. Depois do milênio, satanás será também lançado ali, encontrando com a besta e o Falso Profeta (Ap.20:10).

 

TEXTO EXTRAÍDO DE "O NOVO COMENTÁRIO DA BÍBLIA"


Edição Vida Nova _ Vol II, pags: 829 e 830.

3- A interpretação messiânica tradicional envolve menos dificuldades do que outras e, ao mesmo tempo, faz justiça a linguagem do texto. Segundo esse ponto de vista os setenta setes servem como número simbólico para o período que foi decretado para a realização da salvação messiânica (v.24). No versículo 25 é-nos ensinado que se seguem dois seguimentos de tempo desde a saída da palavra da parte de Deus para reconstruir Jerusalém até o aparecimento de Cristo. Depois de se terem passado esses dois segmentos de tempo, o Messias seria tirado do meio dos viventes por meio da morte, e Jerusalém e o templo seriam destruídos pelos exércitos Romano de Tito. O Messias entretanto, faria os sacrifícios judaicos cessarem por meio de Sua morte, e faria isso no meio do septuagésimo sete. Em conseqüência, o templo seria destruído, e a destruição continuará até o fim determinado por Deus. O ponto exato do término do período de setenta setes não é revelado. A ênfase recai antes muito mais sobre os grandes resultados que esses períodos produzirão do que sobre seus início e fim.

 

Obs: é bom juntá-lo com Mt. 27:51. No final do texto é bom adicionar Mt. 24:29-30.

 

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida