23. set, 2014

ESCATOLOGIA: AULA 10 - A 2ª VISÃO

A VISÃO DE UM CARNEIRO, DE UM BODE E DE UM CHIFRE PEQUENO.

 

Depois da visão do capítulo 7, Daniel teve sua 2ª visão (Dn. 8:1-14).

 

CARNEIRO – Nesta visão, este animal simboliza o Império Medo-Pérsa e o rei da Pérsia. O chifre maior corresponde a Ciro, o persa, que governou após a morte de Dário, o medo, representado pelo chifre menor. Comparar com o Urso que tinha um lado mais alto, em Dn. 7:5l. Conforme vimos, o cativeiro de Israel na Babilônia terminou com Ciro, de modo que Daniel pode ver o cumprimento de suas visões proféticas até aqui.

 

BODE – O Bode vinha do ocidente e representa a Grécia (Dn.8:5,21). O grande chifre entre os olhos é Alexandre, O Grande, que conquistou todo o Império Medo-Pérsa com grande rapidez. Atacou o Carneiro, quebrou seus dois chifres e pisoteou (Dn.8:6). Depois Daniel viu quebrado o grande chifre, que foi substituído por outros "Quatro chifres notáveis, para os quatro ventos da terra" (Dn. 8:8). Realmente, no ano 323 ªC, morreu Alexandre, no auge de sua carreira de conquistas e com apenas 32 anos. Os quatro chifres notáveis, representavam as quatro divisões do Império após a morte de Alexandre: MACEDÔNIA, ÁSIA MENOR, SÍRIA e EGITO (Dn. 8:22).

 

Compare estes quatros reinos com as quatro cabeças do Leopardo, conforme visto nas figuras (Dn. 7:6).

 

A maioria dos estudiosos desta profecia admite que os "chifres pequenos" que saiu de um dos quatro chifres (8:9), se cumpriu na pessoa de Antioco Epífano, rei da Síria, um dos quatro "chifres" ou divisões do Império Grego após a morte de Alexandre, "o grande chifre". Antíoco Epífano (171 – 161 ªC) perseguiu os judeus e profanou o Templo, tentando, à força, acabar com os sacrifícios judaicos. Sacrificou um porco sobre o altar e matou 100.000 pessoas (Dn.8:11,12).

 

Este "pequeno chifre" que saiu de um dos quatro chifres, a Síria, não deve ser confundido com o outro "chifre pequeno" de (Dn. 7:8), que será o Anticristo, que se levantará dos dez cifres do animal espantoso os quais comporá os dez reinos do futuro Império romano redivivo.

 

Entretanto, é bom lembrar que estes dois "chifres pequenos" tem características comuns: são violentos contra os judeus, contra Deus e o Templo de Jerusalém (Dn.7:25; 8:10-12). Por outro lado, o rei "feroz de cara" (Dn. 8:23-25) é identificado com o Anticristo, o "chifre pequeno" de (7:8), pois também é dito que ele será destruído sem "esforço de mãos humanas". (Dn. 8:25). Compara com Dn. 8:45; 2ª Ts. 2:8; Dn. 7:10-11.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida