28. jul, 2014

HEBREUS - AULA 5

Conclusão do Aula 4 do Estudo de Hebreus. Esta conclusão deixei a parte, exatamente para chamar sua atenção neste pequeno trecho do estudo.

 

Havia em Jerusalém um homem chamado Simeão, que era justo e piedoso, e que esperava a consolação de Israel; e o Espírito Santo estava sobre ele. Fora-lhe revelado pelo Espírito Santo que ele não morreria antes de ver o Cristo do Senhor. Movido pelo Espírito, ele foi ao templo. Quando os pais trouxeram o menino Jesus para lhe fazer conforme requeria o costume da lei, Simeão o tomou nos braços e louvou a Deus, dizendo: "Ó Soberano, como prometeste, agora podes despedir em paz o teu servo. Pois os meus olhos já viram a tua salvação, que preparaste à vista de todos os povos: luz para revelação aos gentios e para a glória de Israel, teu povo".

Lucas 2. 25-32

 


Em Lucas 2:25-32 vemos as declarações de Simeão; atende pelas seguintes palavras de Simeão quando tomou nos braços aquela criancinha (Jesus) de oito dias nos braços e louvou a Deus: "viram a tua salvação, a qual preparastes diante de todos os povos: Luz para revelação aos gentios, e para glória do teu povo de Israel" Deus enviou meus olhos um anjo á Maria lhe disse que conceberia um filho cuja força do nome seria Jesus, que em hebraico significa "Deus é salvação" (Jesus).

 

Por isso Simeão ao olhar para a criancinha disse: "meus olhos já viram a tua salvação". A salvação se fez carne e habitou entre nós (Jo 1:14). A salvação agora não é mais uma coisa abstrata, mas uma Pessoa _ Jesus Cristo (At 4:12). Não existe baixo do céu nenhum outro nome (Jesus – Deus é salvação). Quem crê no nome (Jesus) crê que "Deus é salvação" (Jo 1:12).

 

Aquele que é a Palavra estava no mundo, e o mundo foi feito por intermédio dele, mas o mundo não o reconheceu. Veio para o que era seu, mas os seus não o receberam. Contudo, aos que o receberam, aos que creram em seu nome, deu-lhes o direito de se tornarem filhos de Deus, os quais não nasceram por descendência natural, nem pela vontade da carne nem pela vontade de algum homem, mas nasceram de Deus. Aquele que é a Palavra tornou-se carne e viveu entre nós. Vimos a sua glória, glória como do Unigênito vindo do Pai, cheio de graça e de verdade. João 1. 10-14

 

Este Jesus é ‘a pedra que vocês, construtores, rejeitaram, e que se tornou a pedra angular’. Não há salvação em nenhum outro, pois, debaixo do céu não há nenhum outro nome dado aos homens pelo qual devamos ser salvos". Atos 4. 11-12

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida