7. ago, 2014

HEBREUS - AULA 6

TRABALHANDO DENTRO DO DESCANSO DE DEUS.

 

 

Estou convencido de que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus. (Filipenses 1.6)



Porque somos criação de Deus realizada em Cristo Jesus para fazermos boas obras, as quais Deus preparou de antemão para que nós as praticássemos. (Ef 2. 10)

 

Votando a Filipenses 1:6, recordamos o que Paulo também disse em Efésios 2:10, concluímos que as boas obras que Deus preparou de antemão para que andássemos nelas, refere-se, basicamente, à pregação do Evangelho para salvação de todo aquele que crê. Fazendo isto, estamos dando continuidade à obra consumada por Cristo Jesus nosso Senhor (Jo 9:4). Somos cooperadores de Deus na extensão da obra de Jesus (1a Cor 3:6-9). Entramos no descanso de Deus (Hb 4:3a), porém continuamos trabalhando em nossos corpos para a obra de Deus. Este será o nosso galardão (1a Co 3:8-14; 2a Co 5:10). Por isto Jesus afirmou: "Meu Pai trabalha até agora, e eu trabalho também". "Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os envie ao mundo" (Jo 17:18). "Ide por todo o mundo e pregue o Evangelho a toda a criatura. E eis que estarei convosco (cooperando conosco na boa obra do Pai) todos os dias até á consumação do século" (Mc 16:20; Mt 28:19-20). Ainda sobre realizarmos a obra de Deus alguns outros textos (Mt 9:38; 1a Co 9:1; 1a Co 15:58; 16:10; Fp 1:21-24; 1a Ts 1:3; 5: 12-13; 2a Tm 4:5; Hb 6:10 e Rm 16:12).

 

A – A Salvação está à disposição do homem.

 

Em Hebreus 3:18, compreendemos que o povo que saiu do Egito não entrou no descanso de Deus por causa da desobediência. Em Hebreus 4:3, aprendemos que o descanso (salvação) de Deus estava à disposição do homem desde que o Senhor Deus concluiu a sua obra.

 

Agora perguntamos: Mas por que Adão foi expulso para fora do jardim, fora da comunhão com Deus, fora, portanto, do descanso de Deus? Pela mesma razão que o povo de Israel não entrou em Canaã: por causa da desobediência (Gn 3:11). A desobediência gerou o pecado e a rebelião (Hb 3:16-18).

 

B – Lavrar e Cultivar o Jardim.

 

Por causa da desobediência Adão teve que aprender a trabalhar arduamente, pois "no suor do teu rosto..." (Gn 3:19). Mas ali também estava o início do plano da salvação (Gn 3:15, 21 cf. Is 61:10). O Senhor Deus por isso o lançou fora do jardim do Éden, a fim de lavra a terra de que foi tomado (Gn 3:24). Observe a diferença entre "lavrar a terra" e "cultivar o jardim"(Gn 2:15). As palavras lavrar e cultivar vêm do latim. Lavrar é "laborare" e trabalhar significa sulcar a aterra com arado. Cultivar é "cultivare", procurar manter ou conservar; é dar condições para o nascimento e desenvolvimento de plantas.

 

Se em Cristo voltamos ao "jardim", então devemos cultivar a palavra de Deus que é a semente; conservando a palavra de Jesus no nosso meio, que é a sã doutrina, para que possa dar frutos a cem por um nos corações que são boas terra, que a recebem com alegria, mansidão e a guarda para a vida eterna (Lc 8:8, 11). Sobre cultivar o jardim ou lavoura espiritual de Deus, medite 1a Coríntios 3:6-9.

 

Essa a razão pela qual o homem foi laçado fora do jardim (Gn 3:23a), optou pelo mau (Gn3: 23b); corria o risco de estender a mão, tomar da árvore da vida, comer e viver eternamente sem nenhuma conseqüência. Lembre-se de que Adão não se arrependeu! Não confessou seu pecado perante Deus (Gn 3:8-13). Por isso não pode ficar no jardim, no descanso de Deus. Deixou de cultivar o que existia dentro do jardim para trabalhar e arrancar da terra fora do jardim o que não existia. Deixou de cultivar o amor de Deus no Seu descanso, para trabalhar fora do amor de Deus, com a ciência adquirida da árvore do conhecimento do bem e do mal.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida