7. jul, 2018

OS DONS SEGUNDO AS ESCOLAS EXISTENTES NAS ESCRITURAS.

 

“Mas, sobretudo, tende ardente caridade uns para com os outros; porque a caridade cobrirá a multidão dos pecados. Sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmurações. Cada um administre aos outros o DOM como o recebeu, como bons dispenseiros da multiforme graça de Deus.  Se alguém falar, fale segundo as palavras de Deus: se alguém administrar, administre segundo o poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Ámem” (1ª Pd. 4:8-11). Notem que este DOM vem da DISPENSA DE DEUS precisa ser natural em nós, afinal fomos “FEITOS PERFEITOS”.

 

“Não erreis, meus amados irmãos. Toda a boa dádiva e todo o DOM perfeito vem do alto, descendo do Pai das luzes, em quem não há mudança nem sombra de variação. Segundo a sua vontade (substituir vontade por graça), ele nos gerou pela palavra da verdade, para que fôssemos como primícias das suas criaturas. Portanto, meus amados irmãos; todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar. Porque a ira do homem não opera a justiça de Deus” (Tg.1:16-20). Este DOM chamado de “PERFEITO” é o responsável pela “OPERAÇÃO DA JUSTIÇA DE DEUS” é dele que vem as “demais coisas”.

 

“Ninguém despreze a tua mocidade: mas sê o exemplo dos fiéis, na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza. Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá. Não desprezes o DOM que há em ti, o qual te foi dado por profecia, com a imposição das mãos do presbitério. Medita estas coisas; ocupa-te nelas, para que o teu aproveitamento seja manifesto a todos. Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina: persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem” (1ª Tm.4:12-16). DOM existente em nós e despertado por informação da PROFECIA via imposição das mãos. Este DOM nos assegura a INTUIÇÃO, pois discerne a SÃ DOUTRINA.

 

Apenas textos que em nós desperta ou nos faz lembrar e nosso espírito agir em favor dos sedentos e famintos de Deus.

 

Desperta, desenvolva, nutre o DOM do saber, do aprender, do buscar conhecer o Evangelho para que as demais coisas sejam acrescidas na sua vida.

 

 

Por Israel Sarlo