5. set, 2019

ASPECTOS DA DISPENSAÇÃO DA INOCÊNCIA

 

O Apóstolo Paulo, em 1ª Coríntios, fala do primeiro (1°) e do segundo (2)° ADÃO: “Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente: o último Adão, em espírito vivificante” (1ª Co.15:45). Paulo é bem claro ao mencionar que o 1° homem, o qual representa a terra (terroso) ou a humanidade (“o homem natural ou animal”, v. 46), é simplesmente, “... feito alma vivente”, ou seja, vivia e vive unicamente de seus instintos e sentidos. A ordem de “CRESCER E MULTIPLICAR” (Gn 28:3) está exatamente no sentido populacional - crescimento e multiplicação de sua espécie e não da “IMAGEM e SEMELHANÇA DE DEUS “ (Caráter e divindade).

Quando falamos da DISPENSAÇÃO DA INOCÊNCIA é importante saber dos estágios do homem (lembre-se que como imitadores de Cristo, também crescemos em Estatura, Sabedoria e Graça – São estágios. Lucas 2:52):

 

 I. O PRIMEIRO (1º) ADÃO

Note que o Apóstolo Paulo chama o Primeiro Adão de “homem natural” ou “animal”, Paulo está nos informando que nosso primeiro viver é puramente “alma vivente” vive para sua vida fisiológica: come, bebe, dorme, fazer sexo e “cria suas próprias invenções” multiplicando sua ciência, esfriando o amor, caráter do Criador. E por isto não deve ser prioridade. Porém, Paulo, em 1ª Coríntios 13:13 diz que a nossa prioridade deve ser: “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estas três, mas a maior destas é o amor”.

Percebam que:

1ª- FÉ;

2ª- ESPERANÇA e

3ª- AMOR (caridade), destas três a maior delas é o amor, o qual não pode ser confundido jamais com instinto da preservação da espécie, ou estado de emoção, ou a atração física que é a mecânica biológica para crescimento da espécie.

Mas, precisamos entender que, foi e é nesta fase/estágio que fazemos nossas ESCOLHAS da “CIÊNCIA DO BEM e DO MAL”. “E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus” (Mt.18:3; Mt.19:29 e Ap. 21:7)

 

II. O SEGUNDO (2º) ADÃO 

“... o último Adão em espírito vivificante” (1ª Co.15:45).

 “E crescia Jesus em sabedoria, e em estatura, e em graça para com Deus e os homens.” (Lc.2:52).

Percebam a diferença entre estes dois ADÃOS. Claro que o 2° tinha também “ALMA VIVENTE”, dependia dos instintos e sentidos, mas o 1° tinha a família individualizada, firmando assim os clãs com suas tribos, famílias de modo que assim a humanidade era dividida. Porém, o 2° ADÃO não constituiu tribos ou família, não casou, pois foi dado como presente (João 3:16) de amor à humanidade para unificar o que o 1° ADÃO separou.

Recomendo que estudem também João 17 que de maneira profunda descreve a UNIFICAÇÃO – A UNIDADE, ou seja, o que é SERMOS UM.

 

III. JESUS - ESPÍRITO VIVIFICADOR

Segundo descreveu Lucas, Jesus foi biologicamente humano; segundo descreveu Isaías, ele (Jesus) foi homem de dores. Nascido em família e de uma tribo chamada JUDÁ. Seu nascimento foi anunciado por um ADMINISTRADOR (anjo), sua ida para o Egito também guiado por ADMINISTRADOR (anjo), sua infância e vida adulta sempre presente ADMINISTRADORES (anjos), assim como sua ressurreição e sua volta foram anunciadas por ADMINISTRADORES (anjos):

À MARIA - foi a anunciação;

IDA PARA O EGITO - anjos;

NO DESERTO – foi servido por anjos;

NO SEPULCRO - anjo falou às mulheres;

NA VOLTA AO PAI - anjos testemunharam sua volta.

 Jesus crescia em: SABEDORIA; ESTATURA e GRAÇA (conhecimento). Foram 30 anos observando, cumprindo as leis da família, do clã tribal e ainda do judaísmo (religião) -  “Ele cumpriu a lei”  (Mateus 5:17, Galatas 2:21) -  um vasto tratado de hipocrisia orquestra pelas “invenções dos homens”.

Havia nEle a simplicidade da pomba e a astúcia da serpente (a ciência humana) que exigia seu holocausto. Uma mistura da pureza da INOCÊNCIA com a levesa, não usada por Ele, da astúcia da ciência religiosa, da política Romana e a morte de cruz de origem dos bárbaros.

 

Por fim, a lição que tiramos da DISPENSAÇÃO DA INOCÊNCIA tem seus lados importantes:

- Somos seres espirituais numa embalagem humana;

- Deixamos de lado o conteúdo e nos encantamos com a embalagem, esquecidos que a lâmpada é apenas a prisão do gênio-Deus pronto para atender nossos pedidos, necessidades ou “as demais coisas”, bastando a inocência de uma criança na busca do “REINO DD DEUS E SUA JUSTIÇA”;

- Crescemos em estatura, alguns se tornam “sábios” e muitos se perderam e se perdem em crescer e multiplicar na GRAÇA & CONHECIMENTO.

 

Bom estudo para vocês! E muita paz para todos nós.

Por Israel Sarlo