12. abr, 2020

PÁSCOA

 

Textos: Romanos 3.23; Romanos 1:16; Colossenses 4:12-14; Tiago 5:3; 1 Pedro 1:18; Mateus 15: 17-20; Mateus 16:

 

 

 

A Páscoa não é um evento festivo do nosso calendário, tão pouco se limita à memória da ressurreição. Porém, significa também: PASSAGEM, TRANSIÇÃO, MUDANÇA, METANOIA.

A Páscoa Judia e a Páscoa Cristã têm em comum o significado de LIBERTAÇÃO. “A passagem de saída da escravidão para entrada na liberdade.”

A Páscoa Cristã é a passagem, de Jesus, da morte para a vida, daí a Ressurreição.

O preço pela liberdade da humanidade (a qual ainda insiste em se manter cativa do erro) foi pago na cruz com sangue inocente! O cristianismo real não está estribado no que é externo, mas se fundamenta no Evangelho de Cristo para a transformação do INTERIOR DO HOMEM (alma).

“Fui crucificado com Cristo. Assim, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. A vida que agora vivo no corpo, vivo-a pela fé no filho de Deus, que me amou e se entregou por mim.” (Gálatas 2:20)

“Gememos aflitos enquanto vivemos nesta barraca, que é o nosso corpo. Isso não é porque queiramos ficar livres do nosso corpo terreno; o que desejamos é receber o corpo celestial para que a vida faça com que o que é mortal desapareça. E foi Deus quem nos preparou para essa mudança e nos deu o seu Espírito como garantia de tudo o que ele tem para nos dar”. (2 Coríntios 5: 4-5)

 

CLIQUE PARA ASSISTIR AO VÍDEO..

.

Insta: @blogocaminho
www.ocaminhoeavida.com
www.facebook.com/caminhoeavida
Contato: ocaminhoeavida@hotmail.com