31. jul, 2020

ESTUDO DO LIVRO DE JÓ - Parte 05

Nosso interesse neste estudo do LIVRO DE JÓ é a busca da verdade, até porque este Livro é citado no Novo Testamento. Portanto,  não considere nosso desinteresse nos outros tantos comentários de escritores ortodoxos. 

Jó não se levanta contra Deus, mas a avaliação da “IMAGEM E SEMELHANÇA DE DEUS" ele detona desesperadamente. Vamos dá uma olhadinha no capítulo três? Antes de falarmos no capítulo Três de Jó,  gostaria que fosse entendido que do capítulo um até ao trinta e sete, Jó está na classificação de “HOMEM NATURAL" ou “ANIMAL", religioso ao extremo. PAULO nos diz em 1ª Coríntios 15:46 que primeiro se trabalha com o natural, depois o espiritual. Portanto, quando lemos Jó nestes capítulos citados, encontramos um o “HOMEM NATURAL”  na busca dolorida do “HOMEM ESPIRITUAL".

Neste capítulo Jó amaldiçoa o seu nascimento e lamenta a sua miséria. No (v.1) o dia em que nasceu é amaldiçoado. Acrescenta também a maldição a noite deste mesmo dia e diz: “Pereça o dia em que nasci, e a noite em que se disse: Foi concebido um homem!”  No (v.4) Jó pede em conversão  deste dia em trevas e que Deus não tenha cuidado dele, ainda fala em contaminação,  trevas, sombra da morte; nuvens, negros vapores e do espanto deste dia (v 5). Leia o restante deste capítulo e você descobrirá um Jó perdido, que acredita unicamente no ter, sem referência alguma no ser. Ele realmente não conhecia Deus. Não tinha nenhuma experiência com Deus, apenas religiosidade.

É necessário trazer mais uma comprovação, pra isso uso este mesmo capítulo (Jó 3: 22-26): “que se enchem de alegria e exultam quando vão para a sepultura? Por que se dá vida àquele cujo caminho não faz sentido, é como andar às cegas, com todas as saídas trancadas por Deus? Assim, em vez de comer, eu choro e lamento, e os meus gemidos se derramam como água da fonte. Exatamente aquilo que mais eu temia desabou sobre minha cabeça, e o que mais me dava medo veio me assombrar. Não tenho paz, nem tranquilidade, nem consigo descansar; vivo em desassossego”.

A-A ALMA DE JÓ ERA UM ALVO PERFEITO PARA AS “SETAS INFLAMADAS DO DIABO": OPOSIÇÃO

A Mente, a Vontade e a Emoção de Jó  estavam abaladas. Como ele agiria diante dos infortúnios?

OPOSIÇÃO X POSIÇÃO - três amigos de Jó, o visitam no cap 2 e a oposição neles, isto é,  Satanás no cp. 1, portanto MENTE, VONTADE e EMOÇÃO são representados por estes amigos. Estudar cada um deles e coloca-los ou classifica-los nas três divisões da alma e o Abiul, 4º amigo a CONSCIÊNCIA. Antes porém, gostaria de trazer este texto de Mateus 10: 28L“E não temais os que matam o corpo, mas não podem matar a alma; temei antes aquele que pode fazer perecer no inferno tanto a alma como o corpo. “Não temas...” qualquer dificuldades causada no corpo, doenças, no financeiro, pois ambos são resultados “do perecer a alma".

 

B-OS AMIGOS DE JÓ: O mais importantes dele é  o ELIFAZ (cp.4).

 (Observar a ligação dos amigos de Jó com o PARENTESCO SEMITA  - Abraão).

ELIFAZ - o temanita – RELIGIOSO só acusa e cria “CAUSAS". Elifaz, original da Terra de Temã em Edom (Médio-Oriente), era descendente direto de Abraão por Sara – Leia Jó 2:11; Gênesis 36:1-19, Gn 31-43.

Elifaz era temãnita de nascimento e idumeu por natureza. Era o mais sábio dos três amigos de Jó, tanto religiosamente como humanamente e o mais influente entre os três. Porque, afinal de contas, a sua cidade era fonte de sabedoria, de conselho e de sábios, tanto naquele século como nos séculos posteriores. (Leia Jeremias 49:7)

A influência religiosa deste sábio criou problemas sérios e entra em choque psicológicos em Jó. Será bom entendermos desta sabedoria filosófica religiosa diante da GRAÇA DO EVANGELHO:

No capitulo quatro Elifaz não respeita as perdas do que chama de “ AMIGO", o repreende duramente. Ele sabia da condição psicológica do Jó exatamente por suas perdas, saúde e seus outros bens, inclusive a família , Jó estava só.  Jó 4:2 “Se alguém intentar falar-te, enfadar-te-ás? Mas quem poderá conter as palavras?” Elifaz sabia que ser sábio religioso não resolveria nada, apenas iria enfadar ou piorar a situação. Mas é comum no religioso transferir culpas ou torna-las jugo pesado. 

No (v.6) “Porventura não está a tua confiança no teu temor de Deus, e a tua esperança na integridade dos teus caminhos?” Seus caminhos não foram e são “trapos de imundície? Mas em Jó 5: v.8 e 9, Elifaz entra com o seu achismo: “Conforme tenho visto, os que lavram iniquidade e semeiam o mal segam o mesmo. Pelo sopro de Deus perecem, e pela rajada da sua ira são consumidos”. Perceba como se prega a “IRA" de Deus sobre JÓ, “IRA QUE CONSOME". Havia nesta época uma teologia religiosa perigosa – espírito, perigosa e duradoura. Jesus também foi confundido pelos apóstolos como um espírito sobre as águas e até hoje as grandes bilheterias nos cinemas ou filmes em TVs são os filmes de terrores que invocam espíritos, Kardec é  o codificador do espiritismo, o budismo acredita em reencarnação assim como a Índia, Japão e etc.

No V. 15 a crença mitológica religiosa de Elifaz, na emoção de seu crer, um espírito passa por ele e o arrepia os cabelos e a carne, embora sábio, não identificou a feição do “anjo" (V.16). No (v.18) ele fala que Deus não confia em seus servos e em seus anjos loucura. Por esta religiosidade é que Jó busca Deus no 1º capitulo para seu bel prazer, nunca esperando os resultados que sempre plantou , não é assim que Paulo nos diz: “De Deus não se zomba, o que planta vai colher"?

Capitulo 5º Elifaz aconselha Jó buscar a Deus, então a busca no capítulo 1º, por duas vezes, não foi real? “Chama alguém que lhe responda? E para qual dos santos te virará?” (v.1). Ainda, no (v.4) fala da perdição dos filhos de Jó. Para não ir muito além, você deve ler todo este capítulo, vamos só  ao (v.17) e veja a inversão de valores: “Eis que bem-aventurado é o homem que Deus castiga; não desprezei, pois, o castigo de Deus do Todo Poderoso". (V.18)? “Pois é ele quem abre a ferida, mas ele mesmo a trata; ele fere, mas com suas próprias mãos pode curar." Em que tempo? (V.19) em seis angustias, pois na sétima o mal não mais tocará. Não parece os sete mergulhos de Naaman? Coisas dos SEMITAS.

  

Por Israel Sarlo

 

Insta: @blogocaminho

www.ocaminhoeavida.com

www.facebook.com/caminhoeavida

Contato: ocaminhoeavida@hotmail.com