Estudo bíblico

29. set, 2014

"Minha alma está cheia de tristeza até a morte..."
"Vigiai comigo..."

"Passe de mim este cálice..."
"Nem uma hora pudestes vigiar comigo?"

(Mateus 26:28-40)

 

 

Hoje queremos trazer mais uma grande lição extraída da "ESCOLA DO MESTRE" - esta lição me faz lembrar de FAMÍLIA.

 

Em Mateus 11:11 achamos esta expressão do MESTRE que nos ensina: "... entre os que de mulher têm nascido, não apareceu alguém maior do que João Batista; mas aquele que é menor no REINO dos CÉUS é maior que ele".

 

Tanto o texto do Getsêmani, como o que se refere à João Batista tem muito a ver com FAMÍLIA.

 

O MESTRE chamou seus doze apóstolos e os dividiu em dois grupos neste momento tão crucial de seu MINISTÉRIO TERRENO - nove dos doze ficaram em certa distância, não estavam preparados para este momento do Mestre, de OFERENDA e de preparação para o GRANDE e ÚNICO HISTÓRICO HOLOCAUSTO, em favor da HUMANIDADE - O CORDEIRO de DEUS que tiraria o PECADO do MUNDO via CRUZ. Já o segundo grupo, composto apenas de três pessoas - JOÃO, TIAGO, seu irmão, e PEDRO. A estes cabia a MISSÃO de se manterem acordados, em vigia enquanto o MESTRE tinha seu suor transformado em sangue, afinal sua alma estava cheia de tristeza, segundo Ele, até a morte. O cálice que teria que beber era uma "cicuta" mais dolorida que qualquer mordida da maior serpente e mais venenosa existente no mundo - ELE ESTAVA SENDO PREPARADO PARA SEU BATISMO DE MORTE (Rm. 6:4-8; Mc. 10:38; Lc. 12:50; 1ª Pd.3:21 etc.).

 

O MESTRE pediu ao segundo grupo: "Vigiai comigo... minha alma está triste até a morte". Ali havia nove homens distantes, não preparados para aquele momento; ali, bem mais próximo, estavam os três homens mais qualificados, três apóstolos e entre estes Tiago, irmão (de sangue) de Jesus. O MESTRE estava só neste momento de angústia: "nem uma hora pudestes vigiar comigo?" Vigiar para não fracassar? O MESTRE realmente pediu ao PAI que não o fizesse beber daquele CÁLICE. Ele precisava de ajuda? Como FILHO do HOMEM sim. Ele nos ensina que em momentos de angústias precisamos uns dos outros, mesmo que alguns fiquem mais afastados e outros mais próximos. Você tem grupos que estão estrategicamente divididos nos momentos de suas necessidades?

 

Existiram fases importantes na vida do MESTRE que precisamos entender. Vamos a elas?

 

1ª - A FASE do nascimento - A MANJEDOURA;
2ª - A FASE dos doze anos - ENTRE OS DOUTORES DA LEI;
3ª - A FASE do anonimato - DOS DOZE AOS TRINTA;
4ª - A FASE do batismo - BATISMO DE JOÃO BATISTA;
5ª - A FASE da escolha - SEUS AMIGOS PARA SEU APOSTOLADO;
6ª - A FASE do deserto - TEMPO DE ESCOLHA ENTRE O BEM E O MAL;
7ª - A FASE pública de seu ministério - MILAGRES, MARAVILHAS E PREGAÇÃO;
8ª - A FASE política - ROMA X CÉSAR;
9ª - A FASE política religiosa - O JUDAÍSMO;
10ª-A FASE do cumprir a lei - ROMANA E RELIGIOSA - JUDAÍSMO;
11ª-A FASE de sofrimento - A PRÉ e a CRUZ e
12ª-A FASE da ressurreição - SEU MINISTÉRIO MAIOR DE 40 DIAS.

 

Na FASE 7ª Ele dá uma declaração bombástica sobre a REAL FAMÍLIA dizendo: "Quem é minha mãe? Quem são meus irmãos? Estendendo sua mão para seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos" (Mt. 12:47-49). É claro que o modelo que hoje temos de FAMÍLIA vem desde os tempos patriarcais e se estendendo para os tempos da LEI, e se observarmos atentamente veremos o que era a FAMÍLIA nestas épocas. A mulher teria que se sujeitar ao marido com seus HARÉNS e ai delas se fossem estéreis, seriam substituídas sumariamente em suas camas. Na ANTIGA ALIANÇA a mulher não passava de um vaso usado pelos homens, sabiam disto?

 

Eu não sei em quais destas DOZE FASES você se enquadra. Não posso lhe julgar, embora a BÍBLIA nos diz que pelo fruto se conhece a árvore. Não sei se você continua menino, precisando dos cuidados paternos e entre animais em seu berço. Não sei se consegue se destacar entre seus mestres em sua pré-adolescência. Também não sei se está na FASE 3ª, desconhecido como cristão. Se está somente ligado ao Batismo de João. Não sei se está sabendo escolher seus amigos para que lhe sirvam de pilastras para seu futuro. Ou será que sua FASE é a do DESERTO, será que está sabendo escolher acertadamente entre o BEM E O MAL? Será que ainda está na FASE dos milagres e maravilhas e não o da PREGAÇÃO? Você ainda está sob os regimes religiosos e entre as leis terrenas, você ainda se corrompe? Será que a FASE 11ª, o SOFRIMENTO, tem sido sua marca maior?

 

O que eu espero de você? Espero que já tenhas RESSUSCITADO com ELE, assim como da mesma forma BATIZADO EM SUA MORTE, pois somente desta maneira, mesmo sendo MENOR no REINO dos CÉUS, serás MAIOR entre os homens deste mundo, MAIOR que JOÃO BATISTA.

 

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida

 

 

17. set, 2014

"... hoje, veio a salvação a esta casa, pois este também é filho de Abraão. Porque o FILHO do HOMEM veio buscar e salvar o que se havia perdido". Lucas 19:9,10

 

Este texto esta falando de Zaqueu, homem rico e chefe dos publicanos. Segundo o texto de Lucas era um homem de estatura pequena. Graças a sua estatura e a sua grande curiosidade subiu em uma figueira brava para saber quem era o homem que causava tamanha algazarra por ali.

 

O curioso é que este publicano não tinha nenhuma intenção de falar com o MESTRE. Não havia fé e nem carência nenhuma neste pequeno homem que pudesse chamar a atenção do MESTRE, por isto, a "ESCOLA DO MESTRE" nos ensina que O PECADO chama a atenção do MESTRE. Que as NECESSIDADES chamam a atenção do MESTRE: "Ele veio buscar e salvar o que se havia perdido". Ele veio despovoar o inferno, tirando os EXCLUÍDOS de suas ZONAS de DESCONFORTO.

 

Quando o MESTRE chega ao local da tal figueira brava, além desta árvore, havia um pequeno homem cheio de curiosidade, somente isto, mas segundo o MESTRE um PECADOR sem informação nenhuma de seu verdadeiro estado psicológico, seu verdadeiro estado de ALMA. Embora fosse RELIGIOSO, filho de ABRAÃO, mas, constatado pelo MESTRE, sem SALVAÇÃO.

 

O MESTRE olha para cima, e para surpresa de Zaqueu, O MESTRE diz: "Zaqueu, desce depressa, porque hoje, me convém pousar em sua casa" (Lc 19:5b). Segundo o texto ele desce de pressa, com júbilo.

 

Que aula foi esta registrada na "ESCOLA DO MESTRE". Como esta aula nos ensina:

 

• ENSINA que o MESTRE não faz acepção de pessoas;
• ENSINA que o MESTRE tem no PECADO sua matéria prima;
• ENSINA que o MESTRE quebra dogmas religiosos e comunga com o pecador jubiloso;
• ENSINA que o MESTRE busca em todos os lugares pessoas para ajudar, olhou para cima;
• ENSINA que o MESTRE, independente, da figueira brava ou não, o local social não importa.

 

Outra grande lição neste texto está na segurança da "ESCOLA DO MESTRE": A segurança de Seu ENSINO, pois logo a esta atitude do MESTRE, os religiosos entraram em pânico. Diziam os religiosos sobre a atitude do MESTRE se hospedando na casa de um pecador. O que eles, os religiosos, não perceberam, foi a MUDANÇA que estava havendo no pecador. Jesus, quando acha júbilo no coração do pecador, logo a MUDANÇA se dá, opera de maneira fantástica. Zaqueu então externa a fala do ARREPENDIDO: "Senhor, eis que dou aos pobres metades dos meus bens; e, se e, se em alguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado" (Lc 19 v.8).

 

Acima já falamos um pouco sobre a questão levantada no texto que uso como texto áureo. Lucas nos informa que Zaqueu era religioso, chamado de filho de Abraão, no entanto sem SALVAÇÃO segundo a "ESCOALA DO MESTRE". Até aquele dia este nosso personagem, Zaqueu, vivia religiosamente sem SALVAÇÃO e isto é muito comum, existem muitos religiosos sem noção do que seja salvação por nunca haver em suas vidas a MUDANÇA que se dá com o ARREPENDIMENTO, que só pode existir quando se encontra com O MESTRE JESUS.

 

O texto ainda nos dá outra grande lição: Nosso amigo Zaqueu estava perdido, precisava ser achado e é isto que acontece, quando encontramos O MESTRE, três VERBOS são executados em nossas vidas. Vejamos:
O VERBO BUSCAR;
O VERBO ACHAR e
O VERBO SALVAR.

 

E você, meu amigo(a)? Já teve seu encontro, em sua figueira brava, com o MESTRE JESUS? Você já foi BUSCADO, ACHADO e SALVO? Ou você está ainda sob as muitas leis criadas por muitas das religiões existentes em planeta? Você ainda está crendo nas promessas e sacrifícios exigidos por religiosos que tentam manter seus TEMPLOS fantásticos para honra e glória da SÍNDROME LUCIFÉRICA de cada um deles? E aí, você ainda confessa ser filho de Abraão e fiel aos princípios patriarcas ou mesmo fiel ao judaísmo? Vamos, com júbilo receber o MESTRE como hóspede em nosso lar?

 

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida

 

 

16. set, 2014

"Na vossa paciência, possuí vossa alma".

"Na vossa perseverança ganhareis as vossas almas".

"É perseverando que vocês obterão a vida".


Lucas 21:19

 

Este texto, nessas traduções, tem muito a nos dizer. Antes, no entanto, vamos entender o capítulo 21 de Lucas. Logo após o versículo 05, o MESTRE trata, em seu sermão profético, do PRINCÍPIO DAS DORES.

 

No versículo 07, perguntaram ao MESTRE o tempo e quais seriam os sinais quando estas coisas viriam a acontecer. O MESTRE responde, alertando quanto aos enganadores, pois muitos, usando o seu nome, virão dizendo ser Deus e que tivessem cuidado para não irem segundo estas pessoas.

 

Alertou sobre as guerras e rumores de guerra e pede para que não se assustem, pois isto será necessário antes que venha o fim.

 

Alertou ainda, dizendo que nações se levantarão contra outras nações, reino contra reinos. Grandes terremotos, fome, pestilências e grandes sinais do céu. Mas o que me chama muito a atenção são as sansões sofridas por quem professará o EVANGELHO:

1º - LANÇARÃO MÃO DE VÓS;
2º - VOS PERSEGUIRÃO;
3º - VOS ENTREGARÃO ÀS SINAGOGAS;
4º - VOS ENTREGARÃO ÀS PRISÕES e
5º - VOS CONDUZIRÃO À PRESENÇA DE REIS E GOVERNADORES.

 

Por que tudo isto? Ele responde dizendo: "E vos acontecerá isso para TESTEMUNHO. Assentai, pois, em vossa coração não premeditar como haveis de responder, porque vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir, nem contradizer todos quantos se vos opuserem" (Lc. 21:13-15).

 

"Será para vocês uma oportunidade de dar testemunho. Mas convençam-se de uma vez de que não devem preocupar-se com o que dirão para se defender. Pois eu lhes darei palavras e sabedoria a que nenhum dos seus adversários será capaz de resistir ou contradizer". (Lc 21. 13-15 versão NVI)

 

Quando me reúno com nosso grupo para estudar a BÍBLIA, nas sextas-feiras, venho falando das obras do diabo em destruir as duas maiores AGÊNCIAS aqui na terra:
A IGREJA e A FAMÍLIA.

 

Claro que o inferno sempre lutará contra estas duas AGÊNCIAS, afinal não pode haver IGREJA sem FAMÍLIA. No entanto, precisamos estar sempre alertas, pois todos os males são oriundos no seio familiar e isto graças à falta de conhecimento da PALAVRA de DEUS, afinal são muitas religiões usando o nome do MESTRE, mas longe completamente do seu CAMINHO, de sua VERDADE e de sua VIDA. Portanto, são muitas as famílias que, mal evangelizadas, caem no texto que diz: "Ai de vós escribas e fariseus hipócritas que atravessam mares para fazer prosélitos (missão) e os tornam filhos do inferno duas vezes" (Mt. 23:15).

 

Chamo então a atenção de todos, pois nem todos que clamam "Senhor, Senhor herdarão o REINO de DEUS" (Mt. 7:21). Chamo sua atenção como um alerta, pois está escrito que muitos se desesperarão quando ouvir esta frase: "Apartai-vos de mim malditos...". Chamo a atenção, pois é possível que você esteja comendo gato por lebre.

 

As muitas influências nestas AGÊNCIAS, IGREJA e FAMÍLIA importantes na terra, influências efetuadas por homens, que usando o nome do MESTRE, torce a verdade em mentira e por isto Ele nos alerta dizendo: "E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do Meu nome. Mas não perecerá um único cabelo de sua cabeça. NA VOSSA PACIÊNCIA, POSSUÍ A VOSSA ALMA" (Lc.21:16-19).

 

Você está passando por lutas?
Sua família não lhe entende?
Você está sendo envergonhada (o) sendo levada (o) as prisões do medo?
Está sendo levado (a) a SINAGOGA e sofrendo criticas?
Estão lhe conduzindo, através de mentiras aos seus superiores?
Estão lançando mão de você? E daí? Será que são culpados por isto? Leve em consideração o seu conhecimento sobre as ESCRITURAS e compare com o conhecimento RELIGIOSO destas pessoas. Dá para ficarmos contra estas vidas ou precisamos assumi-las no amor do MESTRE JESUS?

 

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida

 

 

15. set, 2014

"Que buscam?... Vinde e vede..." (João 1:38, 39)

 

Estes dois versículos, ou partes deles são palavras do MESTRE que pergunta e logo chama os discípulos de João para verificarem sua maneira simples de viver e quanto à pergunta "Que buscam?...", vai nos mostrar as ansiedades que, tanto os discípulos de João como os de Jesus viviam ansiosos em busca exatamente das "Demais coisas..." sem entenderem que estas seriam acrescentadas na busca do "REINO de DEUS e de sua JUSTIÇA" (Mt. 6:33, Lc.12. 31).

 

Todo o povo judeu, os que professavam o judaísmo, como o povo político de Israel buscavam sua liberdade política, estava, esta nação, sob o jugo romano, portanto todos queriam sua liberdade, mas o MESTRE não veio cuidar da libertação política ou social de Israel, mas sim, implantar o REINO do PAI, afinal libertando Israel de Roma, não libertaria esta nação do PECADO que foi a razão de sua escravidão política.

 

O problema não estava no fruto do pecado, mas na raiz da árvore do mal que havia produzido este fruto - escravidão. Arrancando o fruto não exterminaria com a árvore do mal, seria preciso machado na raiz (Mt. 3:10; Lc. 3:9).

 

Todo o trabalho do MESTRE sempre foi de cura profunda, nunca na superficialidade, este trabalho pertence à religião e aproveito para dizer que o MESTRE trabalha com transplante, aquele falando por Ezequiel: "Tirarei seu coração de pedra e lhe darei um coração de carne" (Ez. 11:19; 36:26 e 44:9).

 

Eu sou contra a religião? Não! Como poderia ser contra, dado a importância da mesma. Para se fazer transplante é necessário que haja todo um preparo e isto é feito em um hospital. Lá se faz assepsia, todos os exames necessários... Todas as ferramentas esterilizadas e todo o pessoal para a logística, só depois de tudo isto vem o MÉDICO e faz seu trabalho de operação. Assim tem que ser a RELIGIÃO e JESUS, só depois de tudo isto o indivíduo operado, passado por todo o processo se torna NOVA CRIATURA, um membro novo pronto para ser LIGADO AO CORPO DO MESTRE – A IGREJA. Portanto, a RELIGIÃO não é o CORPO de CRISTO, mas a AGÊNCIA que ensina na terra, responsável em exercer a HOSPITALIDADE, transformando pessoas simples em colunas erguidas sobre a PEDRA FUNDAMENTAL da IGREJA chamada de JESUS O CRISTO.

 

As pessoas precisam aprender sobre as ESCRITURAS. Entender a diferença desta dualidade do NOVO e VELHO TESTAMENTO. Entender sobre as duas ALIÇANÇAS ou os dois PACTOS. Seria bom entender que o material colocado sobre a PEDRA que os construtores rejeitaram (1ª Co. 3:12) – Jesus, a escolha do material é você que fará, se de pedra, feno, ferro, ouro ou madeira. Ir-se-á resistir ao fogo, isto será problema de quem escolher o material.

 

Claro que todo o VELHO TESTAMENTO é de suma importância para todos nós os cristãos, mas quero informar que aprendo muito com os erros de nossos patriarcas, afinal a VELHA ALIANÇA o "AIO" foi sombra (Cl. 2:17; Hb. 10:1) e trampolim para a instalação da GRAÇA (Gl. 3:24-25).

 

A palavra "aio" ou "tutor" vem de uma palavra grega que quer dizer, literalmente, "uma pessoa que conduz uma criança". Os aios na época de Paulo foram servos responsáveis pela proteção dos filhos de seus senhores, levando-os para a escola, corrigindo-os, etc. Não foram os professores, nem os pais, mas serviam para cuidar da criança. É claro que esta função foi temporária. Quando o filho chegou à maioridade, não estava mais sujeito ao aio.

 

Em Gálatas, Paulo mostra que as pessoas que estavam sujeitas à lei de Moisés no passado não permanecem subordinadas a este "aio". Ele afirma que a lei cumpriu sua função temporária. Por isso, ela não tem o mesmo domínio depois da chegada da fé em Cristo. Ele disse: "Mas, antes que viesse a fé, estávamos sob a tutela da lei e nela encerrados, para essa fé que, de futuro, haveria de revelar-se. De maneira que a lei nos serviu de aio para nos conduzir a Cristo, a fim de que fôssemos justificados por fé. Mas, tendo vindo a fé, já não permanecemos subordinados ao aio" (Gálatas 3:23-25). O aio representa a lei revelada através de Moisés (os Dez Mandamentos e diversas outras regras dadas aos judeus). A fé representa o evangelho de Jesus Cristo. As boas novas de salvação em Cristo já foram reveladas, e ninguém precisa guardar as leis do Velho Testamento.

 

No primeiro século, houve muitos problemas entre cristãos porque alguns não entenderam este fato. Continuaram guardando a lei de Moisés, insistindo, por exemplo, que a circuncisão era necessária para ter comunhão com Deus. Paulo procurou corrigir este erro.

 

Hoje, há muitas igrejas cometendo o mesmo erro. Algumas ensinam que a lei do sábado ainda está em vigor, e guardam regras sobre alimentos. Outras voltam ao Antigo Testamento para defender o dízimo, o sacerdócio, ou alguma outra prática que fazia parte do "aio". É um grave erro com terríveis conseqüências: "De Cristo vos desligastes, vós que procurais justificar-vos na lei; da graça decaístes" (Gálatas 5:4).

 

O MESTRE pergunta: "O que buscam?"
O MESTRE convida: "Vinde e vede".

 

Claro que a busca dos religiosos, e isto é normal, são por coisas não adquiridas, mas almejadas. Nós, somos cheios de necessidades humanas. Cheios de objetivos ligados a esta vida. Cheios de insucessos que geram frustrações, pois as pessoas estão sempre ligadas as suas conquistas, afinal elas são individuais, não se dá muita importância a coletividade. Quando vamos a uma religião vamos buscar as coisas que, como humanos, não conseguimos conquistar e achamos que lá, na religião, iremos obter resultados diferenciados daqueles que usamos sem conquistas nenhuma. Então precisamos entender que Ele não veio para estas coisas que necessitamos, mas veio para que entendêssemos qual a razão de todas estas necessidades e onde estão as origens de todas estas impossibilidades.

 

"Que buscam?" Em mim (Jesus) todas as pessoas irão encontrar a maneira de voltar ao seu estado primitivo: "Imagem e semelhança de Deus" (Gn. 1:26). Em mim encontrará pastagem, afinal Eu sou A PORTA (Jo. 10:7-9). Eu sou a "VIDEIRA VERDADEIRA..." (Jo. 15:1 e 5). "Eu sou o CAMINHO a VERADE e a VIDA..." (Jo. 14:6).

 

Está escrito e de maneira clara pelo MESTRE: "Porque a LEI foi dada por intermédio de Moisés; a GRAÇA e a VERDADE vieram por meio de JESUS CRISTO" (Jo. 1:17). Claro, repito, a religião é muito importante, "AIO" e nela aprendemos tudo sobre as leis religiosas, suas origens, seus erros e acertos, mas a VERDADE veio através da GRAÇA, de GRAÇA por intermédio de JESUS, O CRISTO. Será que precisa se falar mais sobre isto?

 

Se dermos uma varrida na história de cada apóstolo vamos descobrir neles covardia quando religiosos. As origens de cada um deles como religiosos foi terrível. Se optarmos em estudar a que chamamos de IGREJA MÃE – JERUSALÉM, que em Atos teve seus muitos convertidos, vamos ver que ficou abandonada ao ponto de Paulo, lá de Antioquia, mandar cestas-básicas para alimentar os poucos que ficaram. Quanto ao ensino, vamos descobrir que nada acrescentou a Paulo quando lá esteve duas vezes (Gl.2:1-10).

 

Que tenhamos muitas portas abertas, que tenhamos muitas religiões falando de Jesus, mas que cada uma exerça sua hospitalidade para que Jesus opere em suas vidas.

 

"Vinde e Vede..." Você que ver onde moro? Posso lhe garantir que não tenho lugar nenhum em qualquer parte do templo, afinal não Sou sacerdote e nem pertenço a nenhuma das três famílias LEVITAS. Sou do SACERDÓCIO MELQUISEDEQUE.

 

"Vinde e Vede..." que o FILHO DO HOMEM não tem nenhum lugar para colocar sua cabeça. Não tenho nada para oferecer além de alguns pães e alguns peixes, posso até levantar alguns defuntos que logo também irão tombar com a morte. Posso até mesmo curar alguns de cegueira, lepra, surdez e até expulsar o mal de algumas influências, em suas mentes, fazendo-as pensar com mais humanidade em favor delas mesmos.

 

"Vinde e Vede...", pois o que posso oferecer é luta entre família, contra a sociedade, pois eu os mandarei como ovelhas em meio de lobos (Mt. 10:16; Lc. 10:3). O que posso lhes garantir é o batismo de morte (Rm. 6:4; Mc. 10:38; Lc. 12:50; Ef. 4:5; 1ª Pd.3:21) comigo, mas também trarei todos vocês em minha ressurreição. Eu prometo para todos vocês a CRUZ. Tome-a e me sigam (Mt. 10:38; Lc. 14:27; Mc.8:34; Gl. 3:11;Cl. 2:14), mas notem, não a leve para o GÓLGOTA, não a tome para serem crucificados, mas para aprenderem o seu SIGNIFICADO, depois pode abandoná-la, afinal para onde vocês irão ela não será necessária, assim como não trouxe a que assumi no lugar de todos vocês. Aprendam com sua CRUZ e crucifiquem suas angústias, seus medos, suas neuras, seus traumas, seus ódios, suas invejas e a tristeza do não ter e não poder.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida

 

 

 

 

14. set, 2014

CRER - ESTAR - SER - DIZER - PERMANECER - FAZER e IR.

 

"Não crês que EU estou no PAI e o PAI está em MIM? As palavras que EU vos digo não as digo por MIM MESMO; mas o PAI, que permanece em MIM, faz as SUAS obras. Crede-me que ESTOU no PAI, em MIM crede ao Menos por causa das mesmas obras. Em verdade, em verdade vos digo que aquele que crê em MIM fará também as obras que EU faço e outras maiores fará, porque EU vou para junto do PAI" (Jo. 14:10-12).

 

Eu sempre amei todo este texto de João 14. É para mim, uma declaração vinda do coração do MESTRE, nascida no coração do PAI.

 

O texto em questão nos dá alguns verbos importantes. são eles:

CRER;
ESTAR;
SER;
DIZER;
PERMANECER;
FAZER e
IR.

 

Logo no início de João 14, O MESTRE nos dá uma aula de consolo dizendo "Não se turbe vosso coração; credes em mim". Claro, logo no início de sua aula Ele prepara seu COLÉGIO, seus doze alunos para uma batalha enorme. Primeiro o aprender nos três anos de curso intensivo com a presença dEle e logo depois deparar com sua ausência precedida com a vergonha de ver o MESTRE sendo comparado com maldito e morto na pior morte entre os bárbaros – morte de CRUZ, segundo os sacrifícios judaicos – O SACRIFÍCIO DE EXPIAÇÃO, fora da cidade e não tendo nada de aproveito do CORDEIRO – tudo queimado, nada aproveitado nas panelas dos sacerdotes levitas das famílias Gersonitas e Meraritas.

 

Ele estava preparando seus APÓSTOLOS e DISCÍPULOS também para o que viria após sua morte e ressurreição. Preparava sua IGREJA para os séculos vindouros e não é sem sentido que João, em Pátimos, usado pelo MESTRE, escreve as famosas SETE CARTAS a IGREJA, dividindo-as em SETE etapas em que sofreria em suas épocas e são elas:
ÉFESO;
ESMIRNA;
PÉRGAMO;
TIATIRA;
SARDES;
FILADÉLFIA e
LAODICEIA.

 

É claro que hoje somos representantes de uma destas ETAPAS, por isto a necessidade de cada um de nós buscar nos localizar e trabalhar para chegarmos a MEDIDA de VARÃO PERFEITO, isto é, ter entendimento dos erros de cada época da IGREJA, ou melhor, o que seus dirigentes fizeram para que a OPERAÇÃO do ERRO esteja tirando o sentido real do CORPO de CRISTO – O AMOR E A MISSÃO.

 

O MESTRE nos dá uma aula em sua "ESCOLA", dizendo para não nos turbarmos, crer nEle. Por isto pergunta:


Não crês que EU estou no PAI?
Não crês que o PAI está em MIM?
Não crês nas palavras que vos falo?
Não crês nas obras que faço?
Não crês que estas obras vêm do PAI?
Não crês que aquele que está em mim faça estas mesmas obras e maiores?
Não crês que vou para junto de meu PAI?

 

Esta aula em João 14 também é endereçada a você, a mim e a todos nós. Afinal, bem ou mal, fazemos parte da HISTÓRIA da IGREJA, mesmo que não saibamos de como ela está segundo as SETE CARTAS endereçadas a estas ÉPOCAS e isto também agora não importa desde que tenhamos nosso OBJETIVO na IGREJA de FILADÉLFIA, mas que aprendamos com as demais. E como isto acontece? Simples: existem sete VERBOS usados no texto, se você em meio as suas tempestades usar entender que cada um destes SETE VERBOS são suas SETE METAS e em cada uma exercer sua FÉ, tenha certeza que seu CRISTIANISMO é verdadeiro e que você já está no CAMINHO com a VERDADE em busca da VIDA ABUNDANTE.

 

Lembre-se que todas as CIRCUNSTÂNCIAS daqueles que lhe perseguem terão o mesmo curso dos RIOS: estão a caminho do OCEANO e o OCEANO é composto de todos aqueles que NASCERAM de NOVO e hoje se tornaram o CORPO do MESTRE.

 

Bom fim de semana a todos e saibam que eu, Israel, aprendi muito com esta aula do MESTRE.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida