17. set, 2014

A ESCOLA DO MESTRE - Aula 52

"... hoje, veio a salvação a esta casa, pois este também é filho de Abraão. Porque o FILHO do HOMEM veio buscar e salvar o que se havia perdido". Lucas 19:9,10

 

Este texto esta falando de Zaqueu, homem rico e chefe dos publicanos. Segundo o texto de Lucas era um homem de estatura pequena. Graças a sua estatura e a sua grande curiosidade subiu em uma figueira brava para saber quem era o homem que causava tamanha algazarra por ali.

 

O curioso é que este publicano não tinha nenhuma intenção de falar com o MESTRE. Não havia fé e nem carência nenhuma neste pequeno homem que pudesse chamar a atenção do MESTRE, por isto, a "ESCOLA DO MESTRE" nos ensina que O PECADO chama a atenção do MESTRE. Que as NECESSIDADES chamam a atenção do MESTRE: "Ele veio buscar e salvar o que se havia perdido". Ele veio despovoar o inferno, tirando os EXCLUÍDOS de suas ZONAS de DESCONFORTO.

 

Quando o MESTRE chega ao local da tal figueira brava, além desta árvore, havia um pequeno homem cheio de curiosidade, somente isto, mas segundo o MESTRE um PECADOR sem informação nenhuma de seu verdadeiro estado psicológico, seu verdadeiro estado de ALMA. Embora fosse RELIGIOSO, filho de ABRAÃO, mas, constatado pelo MESTRE, sem SALVAÇÃO.

 

O MESTRE olha para cima, e para surpresa de Zaqueu, O MESTRE diz: "Zaqueu, desce depressa, porque hoje, me convém pousar em sua casa" (Lc 19:5b). Segundo o texto ele desce de pressa, com júbilo.

 

Que aula foi esta registrada na "ESCOLA DO MESTRE". Como esta aula nos ensina:

 

• ENSINA que o MESTRE não faz acepção de pessoas;
• ENSINA que o MESTRE tem no PECADO sua matéria prima;
• ENSINA que o MESTRE quebra dogmas religiosos e comunga com o pecador jubiloso;
• ENSINA que o MESTRE busca em todos os lugares pessoas para ajudar, olhou para cima;
• ENSINA que o MESTRE, independente, da figueira brava ou não, o local social não importa.

 

Outra grande lição neste texto está na segurança da "ESCOLA DO MESTRE": A segurança de Seu ENSINO, pois logo a esta atitude do MESTRE, os religiosos entraram em pânico. Diziam os religiosos sobre a atitude do MESTRE se hospedando na casa de um pecador. O que eles, os religiosos, não perceberam, foi a MUDANÇA que estava havendo no pecador. Jesus, quando acha júbilo no coração do pecador, logo a MUDANÇA se dá, opera de maneira fantástica. Zaqueu então externa a fala do ARREPENDIDO: "Senhor, eis que dou aos pobres metades dos meus bens; e, se e, se em alguma coisa tenho defraudado alguém, o restituo quadruplicado" (Lc 19 v.8).

 

Acima já falamos um pouco sobre a questão levantada no texto que uso como texto áureo. Lucas nos informa que Zaqueu era religioso, chamado de filho de Abraão, no entanto sem SALVAÇÃO segundo a "ESCOALA DO MESTRE". Até aquele dia este nosso personagem, Zaqueu, vivia religiosamente sem SALVAÇÃO e isto é muito comum, existem muitos religiosos sem noção do que seja salvação por nunca haver em suas vidas a MUDANÇA que se dá com o ARREPENDIMENTO, que só pode existir quando se encontra com O MESTRE JESUS.

 

O texto ainda nos dá outra grande lição: Nosso amigo Zaqueu estava perdido, precisava ser achado e é isto que acontece, quando encontramos O MESTRE, três VERBOS são executados em nossas vidas. Vejamos:
O VERBO BUSCAR;
O VERBO ACHAR e
O VERBO SALVAR.

 

E você, meu amigo(a)? Já teve seu encontro, em sua figueira brava, com o MESTRE JESUS? Você já foi BUSCADO, ACHADO e SALVO? Ou você está ainda sob as muitas leis criadas por muitas das religiões existentes em planeta? Você ainda está crendo nas promessas e sacrifícios exigidos por religiosos que tentam manter seus TEMPLOS fantásticos para honra e glória da SÍNDROME LUCIFÉRICA de cada um deles? E aí, você ainda confessa ser filho de Abraão e fiel aos princípios patriarcas ou mesmo fiel ao judaísmo? Vamos, com júbilo receber o MESTRE como hóspede em nosso lar?

 

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida