Estudo bíblico

20. nov, 2015

“Trouxeram-lhe, então, algumas CRIANÇAS..., mas os discípulos os repreendiam. Jesus, porém, disse: ‘Deixai os pequeninos, não os embaraceis de vir a mim...’”. (Mateus 19:13-15)

 

Que aula O MESTRE nos traz neste texto, mas será preciso entenderda essência existente na CRIANÇA. Entender a verdadeira missão de um DISCIPULADO e o que significa “não os embaraceis...”. O que seria então o embaraço?

 

Este verbo – TRAZER tem para mim o sinônimo de MISSÃO, CUIDADO e AMOR e estas três palavras estão ocultando outra – A NECESSIDADE. Quando o texto diz: “Trouxeram-lhe...,” as crianças foram até Ele, pois necessitavam que o MESTRE impusesse-lhes a mão e orasse pelos pequeninos. Tinham algum pecado? Não! Mas seria a garantia de serem despertados para as bênçãos que já haviam neles antes que o mundo fosse formado (Ef. 1:3). Levados ao MESTRE para não se esquecerem, quando adultos, que o DOADOR da VIDA os havia alertado das BÊNÇÃOS existentes neles, nos pequeninos.

 

Quando falamos em DISCÍPULOS estamos falando de ALUNOS e não de velhas raposas cheias de artimanhas, mas sim de homens que ainda nada sabem do REINO que se dizem representantes e muito menos do senhor dele neste caso O NOSSO MESTRE. Precisamos, antes de termos sob nossos cuidados, saber qual a nossa real situação como cristão. Como nos avaliamos diante de nossos pequenos como guias morais, sociais e espirituais dos mesmos. Ter cuidado quando se repreende uma CRIANÇA, pois tal atitude pode esta o impedir de chegar ao MESTRE e este o fazer ver as BÊNÇÃOS já existentes nele.

 

Tenho estado muito preocupado com a juventude de nosso planeta. Tenho visto verdadeiras aberrações praticadas por ela, e evidentemente dá para perceber a ausência de Deus na vida dos jovens e olha que nisso inclui crianças que, sendo católicas, foram batizadas; sendo evangélicas foram apresentadas em templos, portanto, possuem as “bênçãos” de suas religiões. Possuíram e ainda possuem seus mestres que os dissimulam, no entanto nada disto tem sido marca importante de nosso MESTRE em suas vidas.

 

A delinquência está chegando a níveis terríveis. Nossas CRIANÇAS têm em suas mãos o mundo via INTERNET e recebem mensagens de todo o planeta e através dele aprendem uma série de barbárie que nem seus pais imaginam existir e a falta de comunhão FILHO e PAIS está cada vez pior, mais deteriorado e daí crianças com armas em punho assaltam, vão as escolas e cometem crimes contra professores e alunos... Lares estão sendo destruídos, pois a droga tem seu ponto alto na vida destas nossas CRIANÇAS. Os pais, que um dia foram CRIANÇAS, nada sabem de sua grande responsabilidade em não impedir que os pequeninos venham ao MESTRE. O MESTRE não é reconhecido nestes “lares”. Ficam assim, a deriva, buscando as religiões para resolverem seus problemas financeiros, morais e sociais e isto não é assunto religioso que só se preocupa em templos cheios, grandes com suas danças, cânticos e histerias que nada resolvem quando o problema é no interior do SER HUMANO.

 

Precisamos antes de chegarmos às CRIANÇAS, chegar aos seus responsáveis e torná-los mais importantes que os lazeres, que a tecnologia de hoje. Levar a estas CRIANÇAS o PESO e as MEDIDAS que somente o MESTRE conhece. Precisamos matricular os pais na ESCOLA DO MESTRE e desta maneira nossas CRIANÇAS entenderão muito bem de DISCÍPULOS que os tentam impedir de conhecer as verdades do MESTRE JESUS que trará para suas vidas as tais BÊNÇÃOS que já lhes foram dadas antes da fundação do mundo.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida

 

8. nov, 2015

“Pedí, e dar-se-vos-á; buscai, e achareis; batei e abrir-se-vos-á. Pois todo o que pede, recebe; e quem busca, acha; e ao que bate, abrir-se-lhe-á. Ou qual dentre vós é o homem que, se seu filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou, se lhe pedir peixe, lhe dará uma serpente? Se vós, pois, sendo maus, sabeis dar boas dádivas a vossos filhos, quanto mais vosso Pai, que está nos céus, dará boas coisas aos que lhas pedirem? Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei-lho também vós a eles; porque esta é a lei e os profetas.” (Mateus 7:7-12)

 

Note que neste texto O MESTRE não ensina a orar, mas nos leva ao EXERCÍCIO, saindo da teoria, para a prática de uma VIDA CRISTÃ.

 

Existem algumas PALAVRAS DE ORDEM que precisamos entender antes de aplicar o texto em nossas vidas:

1- COMO PEDIR;

2- COMO BUSCAR e

3- COMO INSISTIR.

 

Agindo de maneira correta, o resultado vem:

1- SEREMOS ATENDIDOS;

2- ACHAREMOS OS RESULTADOS e

3- PORTAS SE ABRIRÃO.

 

Algumas comparações serão necessárias e os elementos humanos são objetos de comparação:

1- PÃO;

2- PEDRA;

3- FILHO e

4- COBRA/SERPENTE.

 

Perceber seu estado de ALMA em suas três divisões, isto é, como está ao pedir:

 1- MAU?

 2- GENEROSO?

 3- BOA COISA?

 

Pensar sempre em Deus e entender que Ele está acima de todas as CIRCUNSTÂNCIAS, pois assim sua fé estará acima de suas razões humanas e sendo assim analisado o Espírito de Deus testificará com seu espírito humano e através da CONSCIÊNCIA O FRUTO DO ESPÍRITO inundará sua vida tornando insignificantes as OBRAS DA CARNE.

 

No versículo 12 deste texto encontramos a resposta e o sentido exato desta AULA DO MESTRE: “Tudo quanto, pois, quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vos também a eles; porque esta é a LEI e os PROFETAS”.

 

Está orando? Você está buscando? Está esperando portas abrirem? Não está achando? As portas não se abrem? Está tendo respostas diferentes, não sai do lugar, não recebe? Não está na mecânica errada? Você pede peixe e vem cobra? Você pede por Pão e recebe pedra? Será que você ainda não comparou, não examinou a você mesmo? Se nós, maus e vendidos ao pecado não respondemos assim a nossos filhos, como Deus, acima de todos nós, em amor, não responde as nossas necessidades e ainda responde erradamente como se nos estivesse castigando? TEM ALGO ERRADO e sabemos que não é com Deus.  Então somos nós.

 

Existe uma palavra importante de Paulo em Gálatas 6:7: “De Deus não se zomba, pois o que plantamos, colhemos”. Deus nada tem a ver com o que plantamos, pois nosso plantar é uma ESCOLHA nossa. Você sabe que CORAÇÃO É TERRA FÉRTIL? Que palavras são SEMENTES? Que ESCOLHEMOS segundo nosso entender as nossas SEMENTES e as PLANTAMOS nos corações das pessoas, isto é, nas MENTES, NAS EMOÇÕES, NAS VONTADES das pessoas e que estas, depois, convencidas por nosso plantio, passam a ter CONCIÊNCIA errada da natureza da dita SEMENTE? Sabia que teremos depois trabalho dobrado, pois teremos que usar machado e cortar as raízes destas sementes que se transformaram em árvores frondosas de maus frutos?

 

Você quer mudanças em sua vida, então lembre-se que “Tudo que quereis que os homens vos faça, assim fazei-o vós também...”. Ainda preste a atenção no final do versículo 12: “porque esta é a LEI e os PROFETAS”, como você sabe O MESTRE foi enfático quando disse: “Um novo mandamento (LEI) vos dou: ‘amai a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo’”. Notou que os 10 MANDAMENTOS foram condicionados em apenas dois, pois nestes últimos se encerram todos os demais 8 MANDAMENTOS.

 

Que você aprenda esta grande lição da ESCOLA DO MESTRE.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida