18. jan, 2016

ESCOLA DO MESTRE - Aula 107

ESCÂNDALO NO COLEGIADO: “EU SOU O PÃO DA VIDA” (João 6:48)

 

Após esta declaração bombástica do MESTRE Jesus e ainda incrédula tentaram entender. Tudo bem, vamos crer e depois entender. Os apóstolos aceitaram, mas logo após o que ouviram deixaram suas cabeças confusas:

 

1ª – “SEUS PAIS COMERAM O MANÁ NO DESERTO E MORRERAM”;

2ª – “EU SOU O PÃO VIVO QUE DESCEU DO CÉU...”;

3ª – “SE ALGUÉM DELE COMER, VIVERÁ ETERNAMENTE”;

 4 – “E O PÃO QUE EU DAREI PELA VIDA DO MUNDO É A MINHA CARNE”;

5 – “SE NÃO COMERDES A CARNE DO FILHO DO HOMEM”;

6 – “SE NÃO BEBERDES O SEU SANGUE, NÃO TENDES VIDA EM VÓS MESMOS”;

7 – “QUEM COMER A MINHA CARNE E BEBER O MEU SANGUE TEM A VIDA ETERNA”;

8 – “POIS A MINHA CARNE É VERDADEIRA COMIDA, E O MEU SANGUE É VERDADEIRA BEBIDA”;

9 – “ISSO VOS ESCANDALIZA?” e

10- “O ESPÍRITO É O QUE VIVIFICA; A CARNE PARA NADA APROVEITA...”

 

Tudo isto foi ensinado à futura ESCOLA APOSTÓLICA na sinagoga de CAFARNAUM (João 6:41-65). Que aula é esta! Ele se diz O PÃO DA VIDA, tudo bem, mas diz que seus pais, isto é, os grandes patriarcas incluindo Moisés o grande líder e legislador do JUDAÍSMO e escritor da TORÁ que nada são perante Ele (Jesus), afinal o MANÁ caído do céu não seria comparado com O PÃO VIVO VINDO DO CÉU. Afinal, no deserto, todos morreram comendo este MANÁ, mas quem o comesse vindo do deserto que acabara de vencer teria VIDA ETERNA. Este golpe foi fumenante para quem ainda mantinha algum resquício religioso.

 

Mas o grande golpe, podemos assim chamar, O GOLPE DO CANIBALISMO. Comer sua carne? Beber seu sangue? Estavam todos escandalizados e é sobre este ESCÂNDALO que quero trazer A GRANDE AULA DO MESTRE.

 

Paulo fala que O MESTRE é A CABEÇA DA IGREJA e todos nós, nascidos de novo, somos MEMBROS DE SEU CORPO. Perceba que os verbos em todos os DEZ ITENS ensinados estão no passado e futuro, é claro que ele está se referindo ao JUDAÍSMO e a IGREJA, ao seu CORPO. Ele mesmo nos ensinou que seriamos enviados como ovelhas para sermos comidos pelos lobos.

 

Somos tidos como alimentos: pão, sal, água e luz. Seria então necessário que entendêssemos que os alimentos não têm a mesma cor, cheiro, gosto, cor e nutrientes iguais. Cada alimento serve para revitalizar determinados órgãos ou membros.

 

Nem sempre gostamos do que comemos e é dito que o que amarga cura, o que fere libera saúde, e o que cai se levanta com a experiência da queda.

 

Eu, como cristão, alimento para o mundo, tenho o gosto, cor e cheiro segundo as necessidades ou doenças psicológicas dos pacientes do MESTRE que me procuram como dose certa para suas dores. Alguns se escandalizam? Claro que sim! Não somente os judeus que ali estavam em CAFARNAUM como também os APÓSTOLOS se escandalizaram.

 

As pessoas procuram ajuda, mas não querem ouvir as razões de seus males. Preferem ficar em suas ZONAS DE CONFORTO. No fundo mantém suas raízes em suas religiões camufladas de cristianismo. Mantém seu egoísmo arraigado no TER. São incapazes de amar as pessoas que não pertencem aos seus clãs. São absolutas assim como o deus que eles abraçaram. Não aceitariam nunca serem CANIBALIZADAS, pois o que tem são reservas pequenas que só são suficientes para seu tempo de hibernação que se dá todos os anos que chamamos de FÉRIAS.

 

Claro que o MESTRE não agradou à todo, muito menos os apóstolos e discípulos, afinal para cada leito no hospital psicológico da vida cada paciente tem seu próprio remédio. Não colhemos o que plantamos? Não estão buscando ajuda exatamente por seu plantio está sendo nocivo? A minha carne está amarga ao seu paladar psicológico/almático? Não sou amargo, mas suas necessidades fazem minha carne, a comida que você procurou ter a natureza de suas necessidades. Pense nisto! Eu sou quem estou metamorfoseando, descendo as suas necessidades para que sua mudança aconteça na destruição do mau que você ou outras pessoas plantaram em você, afinal isto é MISSÃO CRISTÃ que chamamos de EMPATIA.

O MESTRE nos trouxe hoje uma aula teórica com uma grande prática. Lamentamos que as religiões estejam tão ligadas às TEORIAS PAGÃS e esquecidas da PRÁTICA DO CRISTIANISMO.

 

Hoje a assistência social religiosa está preocupada em alimentar os CORPOS FÍSICOS que estão em estado de penúria, exatamente por não terem comido o PÃO VIVO DESCIDO DO CÉU. Estão ainda no deserto a espera das migalhas do MANÁ caído do céu e esta distração, esta ZONA de CONFORTO não deixa ver o PÃO VIVO, não caído, mas vindo do céu trazendo a ETERNIDADE A TODOS QUE DESTE PÃO SE ALIMENTAR.

 

Israel Sarlo

www.ocaminhoeavida.com

www.facebook.com/caminhoeavida