14. mar, 2016

ESCOLA DO MESTRE: HONRA - Aula 108

 “... HONRA a teu pai e a tua mãe, quem maldisser a seu pai ou a sua mãe seja punido de morte...”.  (Mateus 15:4)

 

Logo de início uma informação: Nem sempre quem HONRA, AMA. HONRAR NÃO É SINÔNIMO DE AMAR.

 

O MESTRE está nos dando uma aula fantástica neste texto de Mateus 15. Se você, cuidadosamente, ler todo o texto entenderá o seu sentido exato.

 

Vieram ao MESTRE com uma pergunta dentro do texto sagrado para embaraçá-lo, assim como fazem hoje: as pessoas criam armadilhas na Bíblia para desmoralizar outras pessoas.

 

Em Jerusalém, estes escribas e fariseus perguntaram ao MESTRE sobre as transgressões de seus discípulos por não lavarem suas mãos antes das refeições e notem que estes mesmos senhores, embora na Bíblia, falavam das TRADIÇÕES DOS ANCIÃOS. O MESTRE responde a esta pergunta também usando textos sagrados só que fora das TRADIÇÕES DOS ANCIÃOS, mas usando a TORÁ em seus MANDAMENTOS, dizendo que estes mandamentos estavam, de igual modo, sendo transgredidos por eles em apoio à TRADIÇÃO deles. Em síntese: deixavam de cumprir o que diziam ser de Deus, OS MANDAMENTOS, para cumprirem as TRADIÇÕES que eram apenas costumes dos homens.

 

O MESTRE usa do próprio veneno dos escribas e fariseus, usando um texto bíblico clássico em Deuteronômio 5:16 que diz: “HONRA a teu pai e a tua mãe, como o SENHOR, teu Deus, te ordenou, para que se prolonguem os teus dias e para que te vá bem na terra que o SENHOR, teu Deus, te dá”. É claro que o MESTRE está dizendo com todas as letras que a situação financeira, política, moral e social de todo o Israel neste tempo estava um caos. Israel estava sob o jugo romano, escrava de um povo pagão. Toda a história de conquista e glória estava sob escombros. Sua religião não tinha sentido algum; a vida moral e social de Israel era cantada em verso e prosa por todos os povos como uma nação sem brasão, portanto sem HORNA.

 

Os fariseus e os escribas estavam falando de TRANSGREÇÃO de TRADIÇÕES. O MESTRE estava falando de HONRA, pois AMOR era exatamente o VERBO que faltava na relação dos povos religiosos e na política daquela época.

 

Se palmilharmos cuidadosamente o VELHO TESTAMENTO o que vamos encontrar nos deixará estarrecidos. Deuses que brigavam e guerreavam por sua HONRA e PODERIO. Não foi diferente com o DEUS de ISRAEL. O que incluíram nele foi uma cópia ridícula dos deuses dos panteões estrangeiros, melhorando um pouco sua política de um DEUS MONOTEÍSTA não menos assassino e cruel como os demais encontrados nas nações estrangeiras narradas na Bíblia.

 

Então estou desfazendo do VELHO TESTAMENTO? Claro que não, mas desfazendo as HERMENÊUTICAS arbitrárias de denominações e de pastores ávidos de poder, que tentam transformar em espetáculo a simplicidade do CANÓN DE DEUS. Nossa fé cristã tem como base OS PROFETAS e APÓSTOLOS. Precisamos examiná-los e descobrir a verdade nas ESCRITURAS SAGRADAS.

 

O mestre continua tecendo no texto dizendo: “Quem maldisser a seu pai ou a sua mãe seja punido de morte”. Note que não consta a palavra AMOR, mas o que está embutido na palavra HONRA – ou seja, quem HONRA não maldiz a seus pais, pois maldizer significa MORTE. O MESTRE sabia que estes conselhos não são necessários para quem está imbuído de AMOR, pois segundo Paulo em 1ª Coríntios 13: “O AMOR é:

PACIENTE;

BENÍGNO;

O AMOR NÃO SE UFANA;

NÃO ARDE EM CIÚMES;

NÃO SE ENSOBERBECE;

NÃO É INCOVENIENTE;

NÃO BUSCA SEUS INTERESSES PRÓPRIOS;

NÃO SE EXASPERA;

TUDO SUPORTA;

JAMAIS ACABA;

NÃO SE RESENTE COM O MAL;

NÃO SE ALEGRA COM A INJUSTIÇA;

O AMOR SE REGOSIJA COM A VERDADE;

TUDO SOFRE;

TUDO CRER;

TUDO ESPERA;

TUDO SUPORTA;

JAMAIS ACABA;

 

Como percebem, HONRA nada tem a ver com AMOR, mas quem AMA, sem dúvida, não foge da HONRA.

 

Paulo fala claramente que a reciprocidade entre PAIS & FILHOS é um exercício. Não podem os pais exigir de seus filhos o exercício do AMOR quando adulto, que brotará a HONRA, sem o exercício diário desde na tenra infância: “Ensine seu filho no caminho que deve andar para quando estiver crescido não se desvie dele”.

 

O MESTRE ainda nos ensina muito mais no texto de Mateus 15 dizendo: “Mas vós dizeis: Se alguém disser a seu pai ou a sua mãe: É oferta ao Senhor aquilo que poderias aproveitar de mim; esse jamais HONRARÁ o seu pai ou a sua mãe. E, assim, invalidastes a PALAVRA DE DEUS, por causa da vossa TRADIÇÃO” (v. 5-6).

 

Que beleza esta pérola escondida em Mateus. O MESTRE diz que eles, em nome das TRADIÇÕES deles, ofertam seus filhos a Deus, isto seria a LEI & TRADIÇÃO e imediatamente diz o que aproveitariam vocês de mim? Isto é, se “DEUS É AMOR” onde todas estas coisas acabariam se nada disto é feito no AMOR? Não estava dizendo dEle, mas do AMOR nele que veio quebrar TRADIÇÕES, CONVENÇÕES, COSTUMES e LEIS.

 

No versículo seis ele mata a charada dizendo: “Esse jamais HORARÁ a seus pais... Invalidastes a PALAVARA DE DEUS, por causa da TRADIÇÃO”. E no versículo sete, oito e nove, O MESTRE chama todos eles de “Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: Este povo HONRA-ME com os lábios, mas o seu coração está longe de mim. E em vão me adoram, ensinado doutrinas que não passam de preceitos de homens”.

 

Seria muito bom você continuar toda esta leitura do capítulo 15 de Mateus, pois lá no v.19 O MESTRE vai lhe informar o que procede do coração dos religiosos e entenderá o que de verdade contamina o homem, se as TRADIÇÕES ou as DESONRAS por falta de AMOR.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida