12. ago, 2016

ESCOLA APOSTÓLICA: AREÓPAGO

“... O levaram ao AREÓPAGO, dizendo: ‘Poderemos nós saber que nova doutrina é essa de que falas?’” ( Atos 17:19)

 

O texto de Atos fala de Paulo, que em Atenas esperava por Silas e Timóteo. Enquanto esperava os amigos, Paulo comovia-se ao ver a cidade entregue à idolatria.

 

Paulo disputava na sinagoga com os judeus e religiosos, todos os dias, nas praças, e foi ai que filósofos epicureus e estoicos discutiam com Paulo, chamando-o de paroleiro. O chamavam de pregador de deuses estranhos, pois ele falava de Jesus e de sua ressurreição.

 

Foi nestas circunstâncias, nesta confusão de idéias que tomaram a Paulo, levaram-no ao AREÓPAGO - tribunal de justiça ou conselho, célebre pela honestidade e retidão no juízo, que funcionava a céu aberto no outeiro de Marte, antiga Atenas, desempenhando papel importante em política e assuntos religiosos.  Areópago era o tribunal ateniense encarregado do julgamento daqueles que cometiam crimes contra o estado.

 

Paulo nos mostra sua inteligência e política cristã ao se defender, pois quando o questionaram sobre suas estranhas ou novas doutrinas ele responde, usando os inúmeros altares erguidos a vários deuses e entre eles um altar levantado ao DEUS DESCONHECIDO.

 

Seu discurso é forte, pois Paulo chama os atenienses de “supersticiosos”, pois com medo em não agradar a todos os deuses existentes para eles, este altar ao DEUS DESCONHECIDO era sinal da total ignorância deste povo. “Vocês honram um deus sem o conhecer... Pois bem, é dele que venho lhes falar e tornar conhecido a todos vocês. É o Deus que fez o mundo e tudo que nele há e sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. Nem tão pouco é sérvio por mãos de homens, como de que necessitando de alguma coisa; pois Ele mesmo é quem dá a todos a vida, a respiração e todas as coisas; e de uma só fez toda a geração dos homens para habitar sobre toda a face da terra, determinado os tempos já dantes ordenados e os limites da sua habitação, para que buscassem ao Senhor, se, por ventura, tateando, o pudessem achar, ainda que não está longe de cada um de nós; porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também algum dos vossos poetas disseram: pois somos também sua geração”. (Atos 17:23-28)

 

por Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida