28. jan, 2017

ESCOLA APOSTÓLICA – A licitude do Evangelho

Paulo, nesta 1ª CARTA AOS CORÍNTIOS, é de uma dureza necessária. Ele mostra, ou desnuda toda roupagem religiosa, supersticiosa e maligna deste povo mergulhado na lama da ignorância que leva o homem ao mais baixo nível social do ser humano.

 

Havia litígio entre irmãos nesta comunidade ao ponto de assuntos financeiros serem tratados por juízes que nada havia de cristão. Paulo lembra-os que “os santos há de julgar o mundo” (1ª Co. 6:1,2). Chamou estes litígios de “coisas mínimas”. Lembrou que nós seriamos juízes de anjos, portanto eles estavam em guerra por coisas que “não tinham nenhuma aceitação na IGREJA” (Vs.4).

 

Paulo fala que qualquer demanda entre os convertidos só poderia considerar “DERROTA para todos” (vs.7). Disse que todo esse litígio significava injustiça: “... fazeis injustiças...” (vs. 8-11).

 

É o versículo 12 de 1ª coríntios que desejo trabalhar trazendo mais uma aula de Paulo na ESCOLA APOSTÓLICA: “Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas me convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas” (1ª Co. 6:12).

 

Entre o “LÍCITO” e o não “LÍCITO” existe, o que Paulo em Gálatas, chama de “DOMÍNIO PRÓPRIO”. Este FRUTO DO ESPÍRITO HUMANO, tanto pode nos fazer idôneo ou não, pois é nele que existe a ECOLHA certa ou errada. Está escrito em Deuteronômio que depende de cada um de nós a escolha da vida para vivê-la ou da morte para morrer. A bênção ou maldição também é escolha unicamente nossa. Para que os cristãos de Coríntios tivessem uma escolha certa, Paulo escreveu sua primeira e segunda Carta, aliás, todas as cartas foram escritas neste sentido: acertarmos todos.

 

É preciso que as religiões entendam que não existe nenhuma dependência nossa para com Deus, pois tudo que precisávamos já foi feito física e espiritualmente. Todas as instâncias necessárias para nossa sobrevivência como seres humanos foram feitas, daí a chuva, dias, noites, sol e etc., caem ou vêem sobre justos e injustos. Existe sim o que nos é “LÍCITO” ou não. Depende de nossas escolhas.

 

É preciso que entendamos as ESCOLAS BÍBLICAS:

DOS PROFETAS;

DOS APÓSTOLOS e

DO MESTRE.

 

Precisamos entender que todas as demais ESCOLAS são apenas de cunho e invenções humanas. Quando o MESTRE nos ensina sobre as ESCRITURAS ele nos deixa um ensino que precisamos nos atentar: “Examinais as ESCRITURAS (os religiosos examinam para confrontar e etc.), porque julgais ter nelas a vida eterna (dizendo que elas de mim testificam), e são elas que de mim testificam. Contudo, não quereis vir a mim para terdes vida. Eu não aceito glórias que vem dos homens; sei, entretanto, que não tendem em vós o amor de Deus” (João 5:39-43).

 

Está claro que Paulo falava aos religiosos da comunidade de Corinto e como temos templos cheios hoje com estes litígios, com as ESCRITURAS em mãos e sem vida nenhuma? Como sei? Ora, não é pelo fruto que se conhece a árvore?

 

ESCOLHAS – Esta comunidade em Corinto era de grande influência no mundo de então. Lá havia gente de todos os cantos, várias línguas, costumes e ideologias. Imagine que até um deus mudo havia com suas sacerdotisas que usando linguagens ininteligíveis, dizia pertencer a este DEUS MUDO.

 

Seria bom também entendermos que são muitos os povos nas ESCRITURAS. Entender o ódio que os acompanhou no “crescer e multiplicar”. Na SAGA dos SEMITAS tem muitas influências religiosas e acompanhadas de privilégios sociais, políticos e familiares. Seria bom entendermos que guetos foram formados e também tribos e todos estes seguimentos são marcas nas ÁRVORES GENEALÓGICAS de vultos que prestamos reverência e que, religiosamente, acabamos de assumirmos seus “acertos” e seus muitos erros. Não está na hora de usarmos o machado na raiz e lançarmos no chão tudo isto e como ervas daninhas nos enxertarmos na VIDEIRA VERDADEIRA?

 

Abel foi morto por Caim, Sete veio por descuido de Eva, lembrando que o filho programado foi Caim, não Abel. Sem, Cão e Jaffé, filhos de Noé, foram os homens que criaram as nações de hoje pós-dilúvio e ABRAÃO, semita, teve suas dificuldades, pois com Sara teve Isaque, antes, no entanto, teve um filho com a escrava de Sara, a Hagar. Após a morte de Sara, Abraão casou com Quetura e destas mulheres e filhos grandes nações surgiram, segundo Gênesis 17:6. De Isaque nascem os filhos gêmeos um protegido pelo pai e outro pela mãe e de Jacó (enganador), depois transformado em Israel (lutando com Deus). Nasceram às tribos hebréias com suas dificuldades, guerras, poderio, ódio e etc. Mas foi em Davi, segundo rei de Israel que as tribos tiveram status de guerra e sem dúvidas, de divisão separando as tribos em dois grupos e odiando por questões política, econômica e religiosa.

 

Para resolver toda essa lambança – as  invenções dos homens, e a religião é a maior –  Deus nos manda seu Filho (Deus se faz VERBO) e vem nos trazer BOAS NOVAS DE SALVAÇÃO. A humanidade de então o morto cumprindo a máxima dos homens: “Sem derramamento de sangue não existe remissão de pecados”. Pecados ou erros criados pelos homens. Se observar o LIVRO DE LEVÍTICO, você se espantará com tantas receitas de como pecar e de como pagar para os sacerdotes e destes sacrifícios comprarem sua liberdade e é por isto que está escrito que não fomos comprados com prata e nem ouro, mas com o sangue do CORDEIRO DE DEUS que, segundo Hebreus, por uma só fez, cumpriu o holocausto de todos tirando do meio de todos a cédula de dívida contra tudo e todos, pregando-a na cruz (Cl. 2:14).

 

Não é João, Maria, Estevão, Paulo, Abraão, Israel, Isaque ou quem quer que seja modelo de salvação, mas sim Jesus o CRISTO. Tudo antes dEle chamamos de aio, teve seu tempo de validade e oportunidade, vindo Ele, as coisas velhas se passaram na esperança que tudo se faça novo.

 

Estamos em uma nova DISPENSAÇÃO e seria muito bom ler Hebreus para entender esta mecânica da LEI para a GRAÇA. Seria muito importante descobrir nas ESCRITURAS o EVANGELHO – CARTA MAGNA de DEUS para recuperação da mecânica moral e espiritual da humanidade. Seria muito bom que cada um de nós atente-se para os quatro LIVROS BIOGRÁFICOS e descubra neles a LICITUDE do EVANGELHO e partir para o CRISTIANISMO deixando para traz as invenções religiosas que nos deixa cada vez mais pagãos.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida