5. fev, 2017

SUA FREQUÊNCIA

A SUA FREQUÊNCIA É RESPONSÁVEL POR SUA ESTABILIDADE OU NÃO.

 

Todas as vezes que positiva ou negativamente criticamos a alguém entramos imediatamente na frequência desta pessoa. Todas as vezes que nos sentimos pra baixo, doente, físico, sentimental e financeiramente, com ódio, vontade de vingar..., pois bem, estes sentimentos nos levam ao que chamamos de baixa-imunidade Psicológica. Portanto, o “orar e vigiar” significa observar severamente os sentimentos, eles são energias, são massas que corporificados fazem mal a ALMA (psique) e o universo responde com a colheita exata, conforme a sua semente "... o que plantamos colhemos". Assim nos diz Paulo a Carta aos Galatas.

 

Está em nós atrairmos ENERGIA NEGATIVA ou POSITIVA; depende de nossas EMOÇÕES e HUMOR. Portanto, cuide de sua MENTE, pois ela é responsável por sua VONTADE e EMOÇÕES. Seu DIAPASÃO é que capta a harmonia ou desarmonia de seu universo corpóreo.

 

Cuidado para você não entrar na frequência (sintonia) “de rádio” dos alheios, pois assim, você estará assumindo a vida deles, a qual nunca caberá na sua. Alguma coisa vai faltar ou sobrar. Não entre e nem permaneça na FREQUÊNCIA (sintonia) alheia, mantenha sua individualidade, sendo a unidade como MEMBRO DO CORPO DE CRISTO.

 

A crítica destrutiva é como veneno, mata. A construtiva é como remédio, o paciente usa, embora não goste, mas precisa curar-se. O Mestre e apóstolos usaram muito deste dispositivo e sabemos do resultado na vida deles. Se você conhece as ESCRITURAS, descobrirá o preço pago, tanto pelo MESTRE como pelos APÓSTOLOS e hoje, A IGREJA vem pagando por CRÍTICAS POSITIVAS e será compensada por isto trazendo ABUNDANCIA para seus membros.

 

Acompanhe nossos estudos sobre 2 Corintios, abordaremos esse tema e outros bem contagiantes e transformadores.

 

Israel Sarlo

www.facebook.com/caminhoeavida